Qualidade de Vida

10/07/2015 04:24 - Atualizado em 01/12/2016 08:08

Invista em plantas que purificam o ar e renove o ambiente

Elas podem ser utilizadas em qualquer ambiente da casa, eliminando as toxinas e proporcionando bem-estar.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Uma opção para quem quer limpar o ar de ambientes da casa ou do escritório, dando mais vida e saúde para o local, é utilizar plantas que purificam o ar. Existem várias espécies que, além da função decorativa, também eliminam as toxinas e impurezas presentes na atmosfera.

Elas são ótimas opções para se ter dentro de casa - até mesmo em espaços pequenos, como um apartamento. Seja na sala, no quarto ou na varanda, plantadas em vasos ou num pequeno jardim, os vegetais podem transformar o ambiente e trazer mais bem-estar para quem passar por ali.

Benefícios das plantas que purificam o ar

As plantas que purificam o ar ajudam na absorção de poluentes, como os encontrados em produtos químicos de limpeza. As toxinas que poluem o ar estão presentes em diversos materiais utilizados no dia a dia e esses vilões invisíveis podem causar irritações, reações alérgicas ou, com o tempo, outros problemas de saúde.

Além disso, o uso desse tipo de vegetação dentro de casa ainda tem função calmante, que serve para aliviar o estresse e a tensão, ajudando também a melhorar a qualidade do sono. Sem falar que elas dão um toque especial para a decoração e deixam o espaço mais aconchegante.

plantas que purificam o ar

Principais tipos de plantas

Uma das melhores plantas para se ter em casa e purificar o ambiente é a aloe vera, conhecida também como babosa. Ela ajuda na limpeza de poluentes que estão no ar e, quando a quantidade de substâncias nocivas é excessiva, as folhas da planta ficam com manchas em tom castanho, como sinal de alerta.

Outra opção são as do gênero hedera, que são plantas que purificam o ar eficazes na absorção de produtos químicos. Elas são bem adaptáveis, podendo crescer na parede ou ser colocadas no chão. São indicadas para temperaturas moderadas e lugares sem muita luz solar.

A espada-de-são-jorge também não precisa de muita luz ou água. Ela é eficiente na absorção de dióxido de carbono e libera oxigênio durante a noite, enquanto a maioria das plantas faz esse processo durante o dia. Com isso, ter essa planta no quarto pode ajudar a ter um sono melhor.

O lírio-da-paz é ótimo para se ter dentro de casa, pois não exige muita manutenção, reduz os níveis de uma série de toxinas no ar e ainda ajuda na decoração. As espécies desse tipo de plantas que purificam o ar são indicadas para locais com sombra e temperaturas mais baixas.

A seringueira é uma boa opção para quem não tem muito tempo de cuidar das plantas, pois se adapta ao frio e à pouca iluminação, dispensando uma manutenção constante. O filodendro também é fácil de cuidar, não precisando de muita água e pouca luz solar. Há vários tipos dessa espécie, sendo os de formato de coração mais indicados para áreas internas.

Entre as plantas que purificam o ar menores está o bambu, que precisa ser bem regado e colocado na sombra ou sob a luz solar indireta. Outra opção pequena é a dracena marginata, ou dracena-de-madagascar, que remove toxinas do ar como xileno, tricloroetileno e formaldeído.

A jiboia também é uma boa opção para temperaturas frias e em locais com baixos níveis de luz solar. Ela pode ser colocada no chão ou pendurada num jardim suspenso, pois as folhas crescem para baixo, em forma de cascata.

E então? Vai investir numa dessas plantas? Conte para nós! E continue no Vivo Mais Saudável para conferir mais dicas de saúde e bem-estar.

TAGS
toxinas
poluição
casa
lugares fechados

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ