Qualidade de Vida

12/08/2015 11:04 - Atualizado em 25/11/2016 03:04

Durma melhor! Conheça as diferentes fases do sono

Cada etapa corresponde a um processo orgânico que resulta no descanso.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Dividido em cinco fases, o sono é o tempo de descanso necessário para que o organismo possa se recuperar do desgaste do cotidiano. A qualidade de cada uma das fases do sono depende tanto de fatores externos, como o tipo de colchão que você usa, quanto de fatores internos, como a produção hormonal.

O hormônio melatonina, que é produzido no cérebro pela glândula pineal, emite um sinal ao organismo avisando que é hora de se preparar para dormir. Quando esse processo se inicia, naturalmente ao cair do sol, a temperatura e a pressão arterial do seu corpo sofrem queda, causando sonolência.

fases do sono mulher dormindo maquiada

As 5 fases do sono

O adormecimento é a primeira das cinco fases do sono. Com duração de até 15 minutos, esse período inicial é uma espécie de zona intermediária entre o estar desperto e o estar dormindo. Nessa fase, o cérebro produz ondas irregulares e rápidas, a tensão muscular diminui e a respiração se torna mais leve.

O período seguinte compreende um sono mais leve. Na segunda fase do sono, a temperatura do corpo cai, assim como a frequência cardíaca e o ritmo respiratório. Então, você é conduzido à terceira etapa, quando seu corpo começa, enfim, a entrar em estado de sono profundo, com a redução do ritmo das ondas cerebrais.

A quarta etapa é a fase que corresponde ao sono profundo, quando o seu corpo, de fato, repõe as energias e se restabelece do desgaste diário. É nesse período que o organismo libera os hormônios ligados ao crescimento e executa o processo de recuperação de células e órgãos.

A atividade cerebral volta a se acelerar, dando início ao processo de formação dos sonhos, na quinta e última fase do sono. Nesse estágio, o cérebro faz como se fosse uma faxina na memória: ele guarda as informações importantes que você recebeu durante o dia e descarta as informações que considera desnecessárias.

fases do sono infografico

Problemas para dormir

O tempo médio que uma pessoa adulta precisa dormir é de oito horas por dia, mas o descanso necessário depende do ritmo de cada um. Como o hormônio que decreta o início do período de descanso, naturalmente, é liberado ao anoitecer, é comum que pessoas que trabalham à noite, por exemplo, sejam mais propícias a desenvolver problemas de sono.

A insônia, um dos problemas mais corriqueiros, atinge um em cada três adultos. Outros distúrbios bastante comuns são a apneia, em que o indivíduo pode deixar de respirar por até dois minutos várias vezes durante a noite, e o bruxismo, que é o ranger dos dentes enquanto dorme, o que geralmente está atrelado a problemas do sistema nervoso.

Como dormir melhor

Fazer exercícios diariamente, não fumar, evitar o consumo de bebidas alcoólicas e não comer em excesso antes de dormir são alguns hábitos que colaboram para a qualidade do sono.

Um pouco de disciplina também ajuda: manter os mesmos horários para se deitar e despertar diariamente regula o relógio biológico. Não dormir mais que o necessário e evitar dormir à tarde também são medidas que contribuem para o descanso diário ser mais efetivo. Outros pontos que merecem atenção são:

- Evitar estimulantes, como café, chocolate e refrigerantes

- Buscar relaxar antes de se deitar

- Escolher colchões e travesseiros adequados

- Buscar posições confortáveis para dormir.

As informações são do Guia do Sono, da Fundação Oswaldo Cruz.

Você tem problemas para dormir? Compartilhe sua história conosco. E aproveite para conferir outras dicas de saúde e bem-estar aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
qualidade do sono
dormir melhor
melatonina
sonolência

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ