Qualidade de Vida

02/04/2015 02:47 - Atualizado em 10/11/2016 07:59

Dormir muito faz mal para a saúde e pode até matar

Estudos apontam que dormir demais pode provocar derrame cerebral. Saiba como ter um sono tranquilo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Oito horas diárias de sono para adultos: essa é a média. Segundo estudos da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, dormir muito faz mal e aumenta os riscos de derrame cerebral. Os investigadores reuniram 11 estudos, de sete países diferentes, para comprovar a hipótese.

Os problemas com o sono são preocupantes quando ele não é tranquilo e revigorante. O tempo que a pessoa dorme de nada adianta, se não houver descanso. É ele que melhora a capacidade cognitiva, a produtividade no trabalho e a qualidade de vida.

Em geral, jovens podem desfrutar de dez horas de sono por noite e adultos, entre seis e oito. Você dorme demais? Veja por que isso é preocupante.

dormir muito faz mal

Por que dormir muito faz mal?

Noites mal dormidas são mais preocupantes que a própria insônia. Pesquisadores dos Estados Unidos descobriram que morte prematura e sono podem estar relacionados. Um estudo feito com mais de um milhão de pessoas, entre 30 e 102 anos de idade, descobriu que dormir muito faz mal porque aumenta em 45% as chances de um derrame cerebral.

Em Cambridge, 10 mil pessoas, dos 42 aos 81 anos, responderam quanto tempo elas costumavam dormir por dia e se dormiam bem. Elas foram monitoradas durante nove anos e meio para que fossem verificados os riscos de um acidente vascular cerebral (AVC).

Depois de ajustes na pesquisa, de acordo com idade e sexo, eles verificaram que dormir muito faz mal, principalmente mais que oito horas por noite. Esse fator aumentava os riscos de derrame. Aqueles que dormiam menos que seis horas por noite tinham chances menores de desenvolver o quadro. Ou seja, o importante é a qualidade do sono e não a quantidade.

Como fazer para dormir bem?

Dados da Fundação Nacional do Sono, nos Estados Unidos, indicam que o tempo necessário de sono diário para pessoas entre 18 e 65 anos varia entre sete e nove horas. Após os 65, recomenda-se dormir menos que oito horas. As informações são baseadas em estudos de saúde feitos por 18 especialistas em sono, baseados em mais de 300 sujeitos.

Dormir muito faz mal não apenas para o cérebro, mas também para o corpo, que fica desregulado entre noites de sono demais e outras de pouco tempo na cama. Para dormir melhor, ter mais qualidade de descanso e, consequentemente, mais disposição e rendimento no dia, você pode seguir algumas dicas.

- Ajuste a iluminação do quarto, deixando o ambiente bem escuro, pois a claridade interfere na produção de melatonina, hormônio que causa o sono

- Pratique atividades físicas regularmente, mas pelo menos três horas antes de dormir

- Cuide da alimentação e prefira alimentos leves, principalmente à noite.

- Não beba café ou líquidos com cafeína na hora de dormir. Essa substância afeta o sono tanto quanto o álcool. Fique longe de bebidas estimulantes e descanse de verdade.

- Evite televisão, jogos e outros estímulos visuais quando deitar. O cérebro mantém a atividade e prejudica o sono.

- Fique em silêncio absoluto e evite barulhos. Tenha uma rotina com horários certos para deitar e despertar. Dormir muito faz mal, então permaneça na cama apenas o tempo necessário e garanta qualidade de vida.

Gostou das dicas de bem-estar? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
sono
distúrbios do sono
descanso
derrame

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ