Qualidade de Vida

27/01/2016 10:00 - Atualizado em 24/11/2016 10:29

Dia do Holocausto relembra fechamento de Auschwitz

Data foi instituída pela ONU e marca um dos períodos mais sangrentos da História.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Há 71 anos, o campo de concentração de Auschwitz, o maior construído durante o holocausto, era libertado do regime nazista. Como homenagem, a Organização das Nações Unidas instituiu, em 2005, o dia 27 de janeiro como o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto.

A data serve, ainda, para reafirmar a importância de ensinar sobre esse período histórico, condenando qualquer tipo de violência por etnia ou religião.

Holocausto: Breve retomada histórica

A palavra significa "genocídio pelo fogo". Assim ficou conhecido o período de perseguição e extermínio de milhões de pessoas durante a Segunda Guerra Mundial. Os judeus foram o povo mais perseguido, juntamente com outros grupos que eram considerados indesejados pelo regime nazista, fundado e comandado por Adolf Hitler.

estrela de davi sobre texto judaico simbolizando o holocausto

A partir de 1933, oito anos antes do início da guerra, já surgiam leis racistas, que diminuíam e limitavam os direitos dos judeus. Nessa época, aqueles que tinham um poder econômico mais alto deixaram a Alemanha. Já outros tiveram que se preparar para o pesadelo que estava por vir.

A ideologia partia do princípio de que os judeus eram uma raça inferior. Para os nazistas, aqueles que não tinham o chamado sangue ariano estavam poluindo o país e interferindo na criação de uma sociedade melhor.

Durante o regime de Hitler, os demais partidos foram extintos e aqueles que se opunham ao monopartidarismo eram enviados aos campos de concentração.

Em 1939, a invasão da Polônia resultou na criação dos guetos, para onde os judeus eram levados e obrigados a trabalhar em péssimas condições. Entre 1941 e 1944, milhares de presos foram levados aos campos de extermínio. O complexo de Auschwitz era o maior deles. Estudos afirmam que mais de 1,3 milhão de pessoas foram exterminadas no local.

Até hoje, não se tem ideia de qual foi o número total de vítimas do holocausto, devido aos muitos crimes que ocorreram sem qualquer registro. Calcula-se, no entanto, que cerca de 6 milhões de judeus foram mortos, aproximadamente 60% da sociedade judaica de toda a Europa.

Além disso, uma pesquisa realizada em 2013 pelo Museu Memorial do Holocausto, em Washington, nos Estados Unidos, afirma que o número de mortos durante o período fica entre 15 e 20 milhões de pessoas.

A rendição alemã às Forças Aliadas ocorreu no dia 7 de maio de 1945.

Saiba Mais
Violência é problema na sociedade contemporânea
Violência infantil traumatiza para a vida toda
Violência obstétrica é assunto que assusta gestantes

Respeito e tolerância

O ensino sobre essa época ainda é tabu em muitos países. Por isso, o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto reforça a importância de não nos esquecermos das atrocidades cometidas durante esse triste evento da História mundial.

A data destaca a importância da tolerância com todos os seres humanos, independentemente de classe, gênero, etnia ou crença. Uma sociedade é composta pela diversidade e é dever de todos coexistir com princípios que partam do respeito às diferenças.

Que achou do artigo? Deixe um comentário! E aproveite para conferir as dicas de saúde e bem-estar do Vivo Mais Saudável.

TAGS
nazismo
Segunda Guerra Mundial
judeus
Alemanha

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ