Qualidade de Vida

06/12/2014 03:21 - Atualizado em 01/12/2016 10:02

Descubra onde praticar esportes radicais no Brasil

Esportes radicais no Brasil exploram a imensa bacia hidrográfica e os cenários deslumbrantes.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Com a chegada do verão, cresce o número de praticantes de esportes radicais no Brasil, principalmente em virtude das férias e do clima ensolarado. Reunimos uma lista com alguns dos esportes radicais mais comuns para facilitar a vida de quem não sabe por onde começar. De brinde, selecionamos alguns dos destinos mais procurados pelos aventureiros. Que tal aproveitar as férias para viajar em busca de adrenalina?

Principais esportes radicais no Brasil

Bungee Jump

É preciso coragem: o esporte consiste em pular de estruturas muito altas (como pontes) com o corpo amarrado a uma corda elástica. A adrenalina da queda livre e do risco iminente de morte é uma sensação difiícil de ser explicada. Se essa for sua opção, procure garantir a segurança dos equipamentos, dando preferência a empresas especializadas.

Mergulho

Existem três tipos de mergulho: livre, autônomo e dependente. No mergulho livre, o mergulhador não usa equipamentos para respiração subaquática. No mergulho autônomo, o praticante é auxiliado por equipamentos que permitem respirar submerso. Por fim, no mergulho dependente, o oxigênio é suprido a a partir da superfície, por meio de um compressor de ar e de uma mangueira.

Montanhismo e rapel

O montanhismo é um dos mais populares esportes radicais no Brasil em virtude do contato constante com a natureza e da possibilidade de superar desafios. Escalar uma montanha sozinho, atingindo o topo, é o principal objetivo da prática. O rapel, por sua vez, consiste em utilizar técnicas verticais para superar obstáculos naturais, como penhascos e paredões.

Esportes radicais no Brasil

Paraquedismo e parapente

No paraquedismo, o praticante geralmente salta de aeronaves em movimento, sozinho ou acompanhado de um instrutor. A queda livre só termina quando o paraquedas é acionado. Já o parapente é uma espécie de planador, construído com tecido sintético resistente. Nesse caso, as condições meteorológicas são essenciais para o sucesso, já que a decolagem é feita de montanhas ou de encostas elevadas.

Rafting

O objetivo do esporte é descer corredeiras em equipe, a bordo de botes infláveis. O rafting se consolidou como um dos principais esportes radicais no Brasil em função da grande bacia hidrográfica nacional. Assim como todos os esportes radicais, é preciso atenção e disciplina ao cumprimento das regras, a fim de prevenir acidentes.

Onde praticar esportes radicais no Brasil

Bonito, Mato Grosso do Sul

Os cenários incríveis fazem de Bonito um dos melhores locais para praticar esportes radicais no Brasil. Embora haja muitas ofertas de esportes radicais, o destaque fica por conta dos mergulhos e do famoso Abismo de Anhumas, uma enorme caverna com um lago submerso que atinge 80 metros de profundidade.

Como a caverna só pode ser explorada após um rapel de 72 metros, é preciso participar de um treinamento um dia antes da descida. Não desanime: as belezas naturais recompensam qualquer esforço.

Veja no mapa

Brotas, São Paulo

O município localizado a cerca de 250 km da capital paulista é famoso pelos esportes radicais, com destaque para o rafting. O rio Jacaré-Pepira é muito procurado por turistas de todo o Brasil. É preciso coragem para embarcar no bote inflável e encarar corredeiras com quedas d’água de até 3 metros.

Quem amarelar pode optar pelo mini-rafting, realizado em um trecho mais calmo do rio. Agora, se você está em busca de adrenalina de verdade, pode descer a correnteza principal em noites de lua cheia, em que o luar proporciona um clima especial à prática.

Veja no mapa

Chapada dos Guimarães, Mato Grosso

Os esportes radicais da Chapada dos Guimarães são indicados para quem tem um bom preparo físico. A caminhada ao Morro de São Gerônimo, por exemplo, tem 12 quilômetros de extensão.

Na região das cachoeiras, é possível praticar rapel. O destaque fica por conta da Geladeira, que tem 30 metros de altura. Mais equilibradas, as trilhas de mountain bike dão oportunidade para os especialistas e também para os novatos.

Veja no mapa

Gostou das dicas? Então visite nosso Especial Férias e veja muitas outras!

Deixe seu comentário nas matérias! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
rafting
paraquedismo
escalada

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ