Qualidade de Vida

12/12/2015 07:25 - Atualizado em 20/11/2016 11:02

Como pedir demissão sem criar inimigos na empresa

Ser honesto com o empregador e organizar projetos em andamento são atitudes importantes.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Partir para novos desafios na carreira e pôr em prática planos engavetados pode ser muito positivo. Só que, para isso, às vezes é preciso abrir mão até do próprio emprego. Saber como pedir demissão da maneira correta é uma forma de manter portas abertas e evitar desconfortos com o antigo empregador, na hora de seguir em frente.

Antes de tomar a decisão, porém, lembre-se de refletir bem sobre prós e contras da nova oportunidade. Evite agir por impulso ou por conta de algum episódio inconveniente. Sempre considere que essa mudança deve ser para melhor.

Confira a seguir algumas dicas para a hora de pedir as contas.

funcionário sabe como pedir demissão ao chefe

Como pedir demissão da forma certa

1. Converse com seu chefe abertamente

O primeiro passo é contar para seu chefe. Antes de comentar com colegas na empresa, converse com seu superior explicando os motivos que o levaram a sair, seja uma melhor proposta financeira, um cargo mais importante ou a própria insatisfação com o trabalho atual. Evite que a notícia se espalhe e chegue aos ouvidos dele de maneira distorcida.

2. Negocie o prazo de permanência

Esse costuma ser um ponto desconfortável para o colaborador, pois muitas vezes já há um novo emprego à espera do início imediato. Por outro lado, é preciso que você estabeleça um acordo positivo com seu chefe, deixando claro que não quer abandoná-lo em uma situação ruim.

Esse prazo costuma variar bastante de função para função. Tente negociar um esquema que fique melhor para todos os envolvidos.

3. Organize suas responsabilidades

Após ter uma data de saída estabelecida, chega a hora de organizar as suas atividades pendentes e deixá-las claras para os demais colegas. Projetos e tarefas comandadas por você devem ser repassados para os novos responsáveis.

4. Tenha paciência e calma

Por mais que você acredite que tenha motivos fortes para pedir demissão, é preciso desenvolver a paciência. Entenda que uma saída nem sempre é tão rápida quanto o esperado. Além disso, os superiores podem não reagir da maneira prevista, já que são pegos de surpresa.

Procure manter-se tranquilo e não entre em discussões. Se necessário, retire-se e termine a conversa em outro momento.

Saiba Mais
Inspire-se na história de quem decidiu mudar de carreira
Demissão: Como recomeçar após perder o emprego
Hora da virada: Saiba reconhecer os sinais para sair do emprego

Pedir demissão com ou sem oferta de trabalho?

Esse é um ponto bastante discutido. Algumas pessoas afirmam que sair do emprego sem ter outra proposta em vista pode ser arriscado, principalmente do ponto de vista financeiro. Ainda assim, a insatisfação no trabalho pode até prejudicar a produtividade, então algumas vezes sair da empresa definitivamente faz bem.

Não existem regras prontas e cada profissional deve colocar na ponta do lápis as consequências de sua decisão.

Caso decida finalizar o vínculo empregatício sem perspectiva de um novo trabalho, avalie suas finanças. Será possível sobreviver por quantos meses com suas economias? Sua família depende da sua renda mensal? Você tem contas a pagar que dependem do salário atual? Esses e outros questionamentos servem como auxílio para balizar sua decisão.

Além disso, lembre-se de avaliar o mercado de trabalho. Se quiser pedir demissão e trocar de emprego, pesquise ofertas de vagas na área pretendida. Assim, você consegue prever se o período de inatividade tende a ser maior ou menor.

Você está pensando em pedir demissão? Ficou mais confiante após ler essas dicas? Deixe um comentário! E aproveite para continuar acompanhando as dicas de bem-estar do Vivo Mais Saudável.

TAGS
emprego
mercado de trabalho
aviso prévio
recursos humanos

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ