Qualidade de Vida

09/06/2014 09:00 - Atualizado em 04/11/2014 03:32

Bem-estar dos pets, já pensou nisso?

Higiene, vacinação, vermifugação e outros cuidados.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O bem-estar de qualquer animal de estimação começa já na aquisição. Não importa a maneira como ele chegou até a sua casa, se você o ganhou de presente, adotou ou comprou. É importante observar no novo companheiro se a pele, pelos ou penas estão saudáveis, sem falhas, se apresenta coceiras, algum tipo de secreção, seja nos olhos ou no nariz e se tem vivacidade. Animal saudável é animal ativo.

O portal Vivo Mais Saudável consultou a veterinária Helena Garcia para dicas importantes de como tratar bem o seu pet.

Vermifugação

Existem remédios para verme, os vermífugos, de dose única e os que se repetem.

A dosagem depende do porte do animal.

Vacinação

Protege contra várias doenças. Quando for ao veterinário pela primeira vez, solicite uma carteira de vacinação para o bichano e acompanhe a recomendação para as vacinas.

Nos cães:
- Déctupla, em 3 doses a partir dos 2 meses de idade com intervalo de 3 a 4 semanas
- Anti rábica, com 4 meses de idade
- Giárdia
- Gripe Canina

Nos gatos:
- Quádrupla Felina, a partir de 2 meses de idade
- Anti Rábica, com 4 meses de idade
- Contra Leucemia Felina (para gatos que são considerados do grupo de risco, que têm convívio com outros felinos e saem de casa a noite para passear)

Consulta de rotina

Fazer visitas periódicas ao veterinário para realização de check-ups do animal

Alimentação

Deve ser própria e de qualidade, tanto para cães como para gatos. Existem vários tipos de ração no mercado. Qualquer alimentação diferente não é recomendada. Os bichanos têm padrões diferentes de alimentação. Os cães, por exemplo, comem certo volume em determinada hora do dia. Já os gatos “beliscam” o tempo todo.

Atividade Física

É importante que cães e gatos se movimentem. Ter espaço para que eles possam correr é muito importante. No caso de cães, mesmo que a residência tenha área externa, eles adoram passear na rua e precisam desse exercício. Os gatos costumam ser mais sedentários e, quando castrados, propensos a ganhar mais peso. É bom ter brinquedinhos em casa ou colocar comidas em alturas diferentes para que eles tenham que subir um obstáculo para buscá-las.

Banho

Não é necessário dar banho no bichinho toda semana. Nos cães, o ideal é uma vez ao mês e nos gatos não existe esta necessidade. Eles não são como nós que temos glândulas sudoríparas pelo corpo. Eles não suam e consequentemente não têm a obrigação de tomar banho com frequência. O mais importante é escovar os pelos para retirar os pelos mortos.

Limpeza de orelhas

Não é recomendado retirar o excesso de cera do conduto auditivo, pois trata-se de uma proteção natural. A limpeza deve ser somente externa. Caso a cera apresente algum odor, o veterinário deve ser consultado.

Proteção e cuidados em casa

Para os gatos é importante que, em caso de apartamento, o dono coloque rede nas janelas. Cuidado com pecinhas pequenas, não deixando acessíveis objetos que eles possam ingerir. No geral, observe o temperamento do animal.

Produtos de limpeza

Cuidado com os produtos de limpeza usados em casa e com o uso de perfumes nos animais. O faro deles é muito mais aguçado que o nosso olfato e o que faz bem para a gente pode fazer muito mal a eles.

Pragas e Parasitas

Existem diversos produtos no mercado de fácil aplicação ou administração que funcionam bem contra pulgas e carrapatos. Como as pipetas de aplicação na linha do dorso e comprimidos para serem dados 1 vez ao mês.

Fora de casa

É importante que nos passeios o animalzinho use coleira, nunca saia com ele solto. Outra dica, é colocar na coleira nome e contato do dono. Repare se a coleira provocará problemas de pele e alergia.

No mais, é só dar boa alimentação, água fresca, um ambiente limpo, educação , muito amor e carinho.

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ