Qualidade de Vida

09/09/2014 01:00 - Atualizado em 22/10/2016 08:28

Aprenda como evitar doenças e driblar mudanças no clima

Saiba como evitar doenças respiratórias com cuidados diários.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Frio e cerração pela manhã. Clima ameno ao meio-dia. Calor à tarde. Temperatura caindo no entardecer. Frio à noite. O ciclo do dia e a variação de temperatura são bastante comuns nesta época do ano, principalmente para quem mora no sudeste e no sul do país. Difícil, nesse caso, é descobrir como evitar doenças - principalmente respiratórias - que costumam afetar quem mora nessas regiões.

O inverno e especialmente a primavera costumam ser cruéis para boa parte dos brasileiros. Nessas estações, a mudança constante de temperatura - que às vezes varia mais de 10ºC em um único dia - acaba favorecendo o risco de doenças respiratórias.

Problemas estão relacionados à baixa imunidade

Tosse, espirro, coriza, nariz entupido, conjuntivite e dor de garganta. Esses são alguns dos sintomas de doenças comuns nesse período do ano, como gripe, resfriado, amidalite, bronquite e até mesmo pneumonia.

como-evitar-doencas

A grande vilã para todos esses problemas é a mudança de temperatura, já que ela reduz a imunidade das pessoas, diminuindo a capacidade do organismo de se defender contra vírus e bactérias. A situação acaba sendo mais crítica para idosos e crianças, cujo sistema imunológico é naturalmente mais fraco. Por isso, pais e responsáveis precisam estar atentos, já que as crianças dificilmente saberão como evitar doenças.

No caso das complicações respiratórias, o problema normalmente começa por meio de um vírus, que desencadeia um processo inflamatório na mucosa. As doenças causadas por bactérias, como a pneumonia, também tem o início nessa fase, quando o organismo não tem forças para se defender, em virtude da mucosa inflamada. A partir desse momento, as bactérias já existentes no corpo encontram um ambiente propício para se proliferarem, provocando doenças.

Como evitar doenças com medidas simples

Algumas medidas simples de prevenção ajudam a evitar o contato com os vírus e com a mudança de temperatura, além de impedir o enfraquecimento do sistema imunológico. A principal dica contra a baixa imunidade talvez seja consumir bastante água e manter uma alimentação saudável, com frutas, legumes e verduras, porque isso fortalece o organismo.

Para diminuir o contato com o vírus, recomenda-se evitar o contato com ambientes fechados e com aglomeração de pessoas, já que a transmissão se dá pelo ar e pelo contato. Ônibus, trens, salas de aula e escritórios são alguns lugares propícios para o contágio.

Outro fator de risco possível de ser evitado é a mudança de temperatura. Mesmo que seja desagradável carregar casacos e roupas pesadas durante o dia, essa medida ajuda a manter o corpo aquecido e evita passar frio à noite, principalmente para quem não volta para casa durante o dia - caso de estudantes universitários, por exemplo.

É recomendável, também, alertar os familiares sobre como evitar doenças nessa época do ano, evitando, assim, a convivência com pessoas infectadas. Manter a casa ventilada e arejada favorece a circulação do ar e impede que eventuais vírus fiquem alojados no interior da residência.

A importância de saber como evitar doenças

Estar ciente de todas as peculiaridades que envolvem a transmissão e o contágio de doenças respiratórias pode ser fundamental para atravessar o inverno e a primavera incólume a gripes e resfriados, mérito do qual poucos brasileiros podem se orgulhar. 

E você, costuma pegar gripe no inverno? Deixe seu comentário e compartilhe nossas dicas! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
doenças respiratórias
saúde
gripe

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ