Qualidade de Vida

04/11/2014 04:50 - Atualizado em 29/11/2016 10:12

Administrar o estresse é um dos desafios da vida moderna

Quem pensa em administrar o estresse deve começar garantindo uma boa noite de sono.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Rotina agitada, compromissos inadiáveis, trânsito congestionado, excesso de trabalho, prazos curtos e problemas no relacionamento. Chega um momento em que atinge níveis tão elevados, que administrar o estresse passa a ser uma questão de saúde.

Se não for combatido, o estresse pode ocasionar problemas como pressão alta, obesidade, doenças cardíacas, ansiedade e depressão. E nas eleições, por exemplo, em conversas sobre política, muita gente perdeu amigos por não conseguir controlar o estresse. Pensando nisso, reunimos algumas dicas para que você consiga amenizar os efeitos e até mesmo as causas do estresse.

Entender as causas é essencial para administrar o estresse

Antes de se concentrar em métodos para aliviar o estresse e a tensão do dia a dia, vale a pena compreender os motivos que provocam essa pressão. A lógica é simples: combater as causas do problema elimina a preocupação em amenizar suas consequências.

administrar-o-estresse

Os fatores mais comuns para o estresse são aqueles com os quais lidamos diariamente. Enquanto algumas pessoas são afetadas por pressões no trabalho, outras ficam estressadas por exigências acadêmicas. Há quem se sinta pressionado com um relacionamento conturbado, mas também existem pessoas que não conseguem conviver com as responsabilidades advindas do nascimento de um filho. As causas variam de pessoa para pessoa: é fundamental que você trabalhe o auto-conhecimento para compreendê-las.

Administrar o estresse exige mudanças na rotina

Organize as tarefas diariamente

Uma das grandes causas para o estresse está na quantidade de tarefas a serem cumpridas em um único dia. No entanto, ao contrário do que boa parte das pessoas imagina, essas tarefas podem ser previstas e organizadas previamente, levando-se em consideração o tempo dedicado a cada uma. Organizar também é priorizar: defina o que é essencial e o que pode ser adiado e trace uma meta realizável. Colocar suas incumbências no papel ajuda a espairar a mente e derruba a tese de que o volume de tarefas está acima de suas capacidades.

Delegue funções

Você não precisa fazer tudo sozinho. Encontre pessoas qualificadas para ajudá-lo no trabalho e contrate profissionais para lidar com problemas que possam ser delegados. Por que perder uma tarde tentando consertar a televisão - o que só gera incomodação, estresse e perda de tempo - se você pode contratar o serviço de alguém especializado e se dedicar a outros afazeres mais produtivos?

Durma melhor

O sono é fundamental para o bom funcionamento do organismo. Se não for possível dormir as oito horas diárias ideias, tente dormir ao menos sete. Menos que isso pode gerar sonolência, mau humor e, claro, estresse. Crie uma rotina para ajustar o horário biológico e garantir uma noite de sono revigorante.

Pratique exercícios físicos

A endorfina é uma substância gerada pelo cérebro, relacionada à sensação de prazer. Além de provocar o bem-estar, ela ajuda a administrar o estresse. Existe uma única maneira de liberar endorfina: praticando exercícios físicos. Você já deve ter sentido essa sensação, depois de uma corrida intensa ou uma atividade aeróbica extenuante, vem a sensação de leveza e de energia renovada.

Cultive hábitos de lazer

Encontrar tempo para si mesmo, dedicando-se a hábitos de lazer, é uma excelente alternativa para administrar o estresse. Descubra novos esportes, leia livros de outros autores, busque artistas até então desconhecidos: invista tempo em novas experiências que lhe tragam prazer. A ideia é simples, mas colocá-la em prática exige dedicação.

Gosta das nossas dicas de bem-estar e qualidade de vida? Então deixe um comentário! E não esqueça de acompanhar nossa página no Facebook para receber todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
estresse
ansiedade
carreira
bem-estar

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ