Qualidade de Vida

19/03/2015 09:14 - Atualizado em 25/11/2016 03:49

Aceitar o próprio corpo garante autoestima e saúde emocional

Para superar as diferenças e aumentar a autoestima, é preciso acreditar em si mesmo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

De uns tempos para cá, os padrões de beleza têm mudado e muitas pessoas até reivindicam que não haja mais um modelo a ser seguido. Os indivíduos são diferentes, cada um com suas próprias características físicas e seu estilo. Agora, mais do que nunca, a moda é se aceitar como é, conquistando a autoestima e vivendo com mais qualidade de vida.

Autoestima e a internet

Muitas pessoas usam a liberdade de postar informações e a rapidez com que elas se espalham na internet para fazer o bem. Porém, ainda existem outras que utilizam as redes para desrespeitar e diminuir a autoestima de algumas pessoas.

autoestima

Recentemente, uma história envolvendo bullying nas redes sociais teve bastante repercussão. Um anônimo postou uma foto de um homem acima do peso dançando em uma festa, com a legenda “Flagrei este espécime tentando dançar semana passada. Ele parou quando nos viu dando risada”.

As piadas sofridas pelo homem, batizado pelos internautas de Dancing Man (homem dançante, em português), comoveram muita gente, principalmente um grupo de mulheres de Los Angeles, nos Estados Unidos. Elas compartilharam a imagem no Twitter em busca da vítima dos comentários maldosos, convidando-o para dançar com elas.

Depois de muitos compartilhamentos com a hashtag #FindDancingMan (encontre o homem dançante), ele foi identificado. Seu nome é Sean, morador de Londres, e ele prontamente aceitou o convite para dançar. Agora, os internautas estão organizando uma grande festa para Sean, que se tornou exemplo de aceitação do próprio corpo e manteve a autoestima.

autoestima

Como aumentar a autoestima

Estar acima do peso ou ter qualquer outra característica física diferente não é motivo para tirarem sarro de alguém. Mas, infelizmente, o que ocorreu com Sean se repete com pessoas pelo mundo todo. Seja pessoalmente ou pela internet, a exposição e a humilhação sofridas podem causar danos psicológicos e acabar com a autoestima das vítimas.

Para superar esse tipo de situação e não deixar que a insegurança atrapalhe a vida e a rotina, é preciso conhecer-se e estar bem consigo mesmo. Enfrentar os obstáculos, agir conforme a vontade própria, valorizar as próprias conquistas e praticar atividades que façam bem são algumas atitudes fundamentais para viver melhor.

Em alguns casos mais sérios, é indicado procurar a ajuda de um profissional para que ele identifique as causas da falta de autoestima e auxilie na mudança de hábitos. Com terapia e tratamentos adequados, as pessoas conseguem recuperar o amor próprio e perceber o seu real valor, evitando complicações como quadros de depressão.

Com o autoconhecimento e a construção da autoimagem, é possível conquistar a aceitação do próprio corpo, das características e do estilo. Independentemente do que as pessoas pensem ou falem, o importante é se divertir e fazer o que proporciona bem-estar e felicidade para você mesmo.

Gostou das dicas de bem-estar? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
sobrepeso
Dancing Man
bullying
autoconhecimento

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ