Psicologia Infantil

15/02/2015 03:32 - Atualizado em 03/11/2016 07:47

Uso de drogas é assunto que deve ser tratado desde cedo

Abordar o uso de drogas com os pequenos é uma das táticas de prevenção mais eficientes.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísitca (IBGE) informam que, de 2009 a 2012, o uso de drogas ilícitas por adolescentes cresceu 9,9%. Esse número equivale a cerca de 312 mil jovens que vivem nas capitais e que já experimentaram algum tipo de substância ilegal. Em 2009, a taxa era de 8,9%.

Mais do que números, as informações representam uma grande preocupação por parte dos pais. Muitas vezes, eles se sentem impotentes diante da exposição cada vez maior e mais precoce dos filhos às drogas.

uso de drogas

Sendo a prevenção a maneira mais eficiente para combater essa realidade, é necessário que os pais estejam preparados para abordar o assunto com os filhos desde muito cedo - sem tabus, distorções ou preconceitos. Para isso, vamos dar algumas dicas que podem ajudar a vencer essa etapa e tratar o tema com naturalidade entre os pequenos.

Como falar do uso de drogas com as crianças

Desde que nasce, a criança é exposta à presença das drogas, seja no âmbito familiar ou por meio dos amigos e da mídia. Por mais protegidos que eles estejam, o uso do cigarro e do álcool pode se fazer presente na vida dos pequenos. Por isso, é necessário estar preparado desde cedo para abordar o assunto.

Para os menores de sete anos, o uso de drogas pode ser explicado com fantoches e peças infantis. Mostrar o mal que as substâncias lícitas fazem à saúde é um bom começo para introduzir o tema das ilícitas.

Adquirir livros que falem sobre o tema de maneira leve e reservar um momento especial para ler com a criança também prepara o pequeno para tratar do assunto de maneira mais séria. A criança precisa estar preparada para entender as consequências que o uso de drogas provoca na saúde física, mental e social das pessoas.

Uso de drogas e os pré-adolescentes

Nunca puxe o assunto sem que haja um contexto. A criança pode achar estranho e não entender a mensagem, ou mesmo não prestar atenção, já que não faz parte de suas curiosidades.

Espere um momento oportuno, que pode ser diante de um caso visto na TV envolvendo alguma celebridade, ou pessoas da mesma idade que o seu filho. Explique, de maneira franca, direta e sem falsas ameaças, sobre o que ocorre com pessoas que fazem uso de drogas.

Antes de abordar o tema, informe-se sobre o assunto. Jamais invente fatos sobre o uso de drogas apenas para assustar a criança. Entenda que, no momento em que ela descobrir a verdade, pode perder a confiança nas informações que você passa e procurar suas respostas com amigos ou outros adultos.

Sempre aborde o tema com seriedade, nunca em tom de brincadeira. Drogas são um assunto que deve ser tratado de maneira firme e direta por todos para que a curiosidade em experimentar pela primeira vez seja inibida.

É preciso respeitar o tempo de cada criança para que a abordagem seja eficiente. Caso não saiba quando é a melhor hora para isso, procure ajuda profissional de um educador, ou mesmo de um terapeuta infantil. Ele ajuda a encontrar a melhor forma de evitar que seu filho possa, futuramente, se envolver com qualquer tipo dessas substâncias.

Gostou das dicas? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
drogas
vício
comportamento infantil
pais e filhos

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ