Psicologia Infantil

08/08/2015 01:16 - Atualizado em 26/11/2016 03:20

Sexualidade infantil: Saiba como educar os filhos

O despertar da sexualidade deve ser desmitificado e tratado com naturalidade pelos pais.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Desde o nascimento, a sexualidade infantil se faz presente. Os bebês do sexo masculino, por exemplo, têm ereções espontâneas com apenas alguns meses de idade. No caso das meninas, não há indicações de resposta sexual tão cedo, mas, mesmo assim, é necessário estar atento a algumas situações.

É normal que surjam dúvidas e receio dos pais em relação ao desenvolvimento sexual dos filhos. Como explicar a diferença de gênero? Como lidar com a masturbação infantil? Como impedir que a mídia e o ambiente influenciem de forma negativa as crianças? Confira respostas para essas e outras questões.

sexualidade infantil crianças na praia

Despertar da sexualidade infantil

Segundo Belinda Silva Pereira, psicóloga clínica, os pais devem entender que a sexualidade infantil é um período no qual a criança está somente descobrindo o próprio corpo como fonte de prazer, o que é considerado normal e saudável, na primeira infância.

“Não há nada de anormal quando crianças mexem em suas genitálias ou até mesmo nas de outras crianças com as quais convivem. É através disso que elas vão fazendo as suas descobertas. Até aí, tudo bem. No entanto, os pais devem ficar atentos quando a criança apresentar atitudes de adulto. Aí, sim, podemos falar em puberdade precoce, o que é cada vez mais comum”, alerta.

Apesar de a masturbação ser considerada uma fonte de prazer, não é desse modo que ela funciona para as crianças. A principal diferença é que a carícia dos órgãos sexuais não deve envolver erotização, fetiches e desejo. O ato é apenas uma forma que os pequenos usam para se descobrir naturalmente.

Nesses casos, o cuidado com o que a criança vê e escuta em seu convívio é essencial. “A sociedade e a mídia confundem a cabeça das crianças com um bombardeio de imagens e informações de conteúdo sexual, o que termina por erotizá-las”, confirma a psicóloga.

Por que esse assunto é desconsertante?

De acordo com Belinda, o primeiro passo é deixar de ver a sexualidade como um tabu.

“Esses pais, quando eram crianças e adolescentes, não encontraram um espaço na família que os acolhesse para falar sobre sua sexualidade e cresceram cheios de dúvidas, preconceitos sobre a própria sexualidade. Diante disso, não é de se estranhar que fiquem perdidos, atrapalhados e envergonhados ao se depararem com a sexualidade de seus filhos”, explica.

Belinda explica que é essencial lidar com as situações de forma calma e tranquila, aceitando que a sexualidade infantil é normal e que isso faz parte da natureza de todos os indivíduos.

“Alguns pais acreditam que educar sexualmente os seus filhos irá despertá-los para uma vida sexual precoce. Muito pelo contrário: quando eles possuem conhecimento, através de informações verdadeiras, estão mais preparados para fazer boas escolhas e se livrar de alguns perigos. É isso que os ajudará a garantir sua segurança”, aconselha.

Segundo a psicóloga, os pais que ainda sentem dificuldades em lidar com a sexualidade dos filhos não devem negar a ajuda de um profissional. Belinda lembra que, na mesma proporção em que vai aumentando a curiosidade, as perguntas dos filhos ficam cada vez mais frequentes.

“Mesmo que falar sobre educação e sexualidade infantil não seja tarefa fácil, os pais devem responder as perguntas e esclarecer as dúvidas quando solicitados, evitando informações fantasiosas, que podem gerar confusão, culpa e medo."

A profissional acrescenta que os adultos devem "oferecer um ambiente acolhedor, no qual seus filhos possam se sentir à vontade para seguir perguntando, pois afinal é um direito deles e um dever da família”.

Você consegue falar normalmente sobre sexo com seus filhos? Deixe seu comentário e participe da discussão! E aproveite para conferir outras dicas de orientação infantil aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
sexo
masturbação
desenvolvimento infantil
educação infantil

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ