Psicologia Infantil

03/05/2015 12:39 - Atualizado em 30/10/2016 09:01

Saiba como dizer não na educação de seus filhos

O “não” deve ser dito em tom claro e firme, sem deixar a criança acuada ou com medo.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você sabe como dizer não aos seus filhos de maneira correta? Às vezes, o tempo com as crianças é tão curto que os pais se sentem desconfortáveis para impor limites. No entanto, é fundamental que elas sejam bem educadas - com pulso firme nos erros, mas nunca com violência, seja ela verbal ou física.

De acordo com um levantamento de dados feito pelo Ministério da Educação, 95% dos professores de Santa Catarina associaram o mau desempenho dos alunos na Prova Brasil com a falta de acompanhamento da família nos estudos. Com a falta de assistência dos pais, as crianças se sentem inseguras e refletem isso em diversas áreas da vida.

Quer saber como dizer não para educar os pequenos com qualidade? Confira.

como dizer nao

Impondo respeito com carinho

O lar é o lugar mais apropriado para impor limites às crianças. Cabe aos pais preparar os filhos para viverem fora do ambiente doméstico, mas isso não significa que se deva deixá-los desprotegidos ou medrosos.

Dentro de casa, os pequenos devem se sentir amados e aprender, com alguém que se preocupa com eles, como é o mundo lá fora. Saber como dizer não é fundamental nesse processo.

Você deve ser firme com o “não”, e ele não pode virar um “sim” mais tarde. Seja sempre coerente, passando uma postura comprometida aos filhos.

Pense no que você considera importante para a criação deles - se comer na hora certa, levantar a tempo da aula, ter horários para brincar, não tomar tal ou qual atitude. Definidas as suas teorias da boa educação, ponha-as em prática com as crianças.

Seja flexível, também, mas sempre dando consistência ao que você diz. Entenda os pontos de vista dos pequenos, orientando o caminho que você acha adequado. Não é possível viver dizendo “não, não, não”.

Pequenas bobagens e teimosias não podem ser toleradas, mas apresente as consequências dos atos e explique que tudo que fizerem pode repercutir dentro e fora de casa.

Como dizer não com segurança

Além da firmeza ao dizer não, você precisa ter uma combinação. Se um dos pais reprime um comportamento, o outro não pode dizer “tudo bem”. Além disso, se a criança perguntar o porquê de ser corrigida cabe aos pais explicar. Ou você acha que “não” é resposta?

Saiba que tipo de "não" você dá e com que intenção. Aos três anos, uma criança deve receber o “não” imediato, do tipo “pare com isso ou vai se machucar”. Quando chega aos seis, ela já teima e faz birra ao ouvir o “não”. Nesses casos, você deve ser ainda mais claro quanto às consequências dos atos.

Atingindo a adolescência, a velha história de “ação e reação” começa a ser testada - junto com a sua paciência.

O mais importante, porém, é não sentir culpa. Saber como dizer não é uma tarefa que exige muita calma e certeza. A palavra não deve ser dita com rigidez ou em tom agressivo, mas seguro.

Procure ser presente e passar um tempo de qualidade com os pequenos. Afinal, se você tem poucas horas para estar ao lado deles, não vai querer ficar dizendo “não”. Diga quando for necessário e para o bem deles.

Você consegue dizer não para seus filhos? Deixe um comentário! E continue ligado no Vivo Mais Saudável para conferir novidades de bem-estar

TAGS
educação
pais e filhos
limites
birra

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ