Psicologia Infantil

25/10/2014 04:41 - Atualizado em 23/11/2016 09:29

Psicólogo infantil: Veja suas contribuições em cada fase

Psicólogo infantil pode ajudar famílias em diferentes períodos da vida da criança.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Não há como fugir. Em algum momento da infância do seu filho, irão surgir momentos de birras, malcriações, rebeldia, notas baixas, dificuldade em aprender, timidez, choro fácil, problemas de sono, apatia. Então que tal descobrir se é o caso de entrar em contato com um psicólogo infantil?

psicologo-infantil

Por que recorrer a um psicólogo infantil

É importante saber que procurar o auxílio de um psicólogo infantil nunca será uma má ideia. No mínimo, os pais podem descobrir se o comportamento do filho é normal e se eles estão adotando as medidas corretas ao lidar com o pequeno.

Então, se você estiver buscando informações sobre esse tipo de profissional e como seria uma consulta, vá em frente e marque uma hora para conversar. Essa é a melhor maneira de garantir que você está no caminho certo para lidar com o problema de atitude do seu filho.

Alguns dos fatores que mais levam os pais a recorrer ao psicólogo infantil são:

- Falta de sono e agitação à noite

- Relatos de comportamento inadequado na aula

- Muitos palavrões e violência verbal

- Violência física e agressividade em geral

- Timidez excessiva

- Notas baixas na escola

- Dificuldade de alimentação.

Psicólogo infantil pode ajudar a entender fase da criança

É muito importante os pais entenderem as fases de desenvolvimento infantil e saber quais comportamentos são comuns na idade em que a criança está. É necessário entender um pouco de tudo o que diz respeito ao desenvolvimento emocional. Ter esse entendimento vai facilitar a decisão relacionada a se tal mudança comportamental está ocorrendo devido a uma fase que a criança está passando ou se ela está com algum tipo de sofrimento. E ambos os pontos podem ser considerados por um psicólogo infantil.

Caso você se encontre com dificuldades em entender os sinais do seu filho, uma boa dica é conversar com os professores na escola. Muitas vezes, eles percebem mudanças de forma mais rápida devido à convivência. É comum ainda que muitas escolas ofereçam auxílio de um psicólogo do próprio colégio.

Converse com o psicólogo

O ideal ao se reunir com um psicólogo infantil é que você possa estabelecer um diálogo franco com ele e externar o quadro em que seu filho se encontra. Muitas vezes, você poderá se surpreender ao descobrir que atitudes do pequeno podem ser decorrentes do comportamento dos pais em determinadas situações.

Ou seja, nada de ficar na defensiva: você quer o melhor para a criança e, por isso, deve compartilhar com o psicólogo quais são as suas aflições e, então, manter-se aberto a sugestões e a indicações desse profissional.

E aí, gostou das dicas? Então deixe um comentário! E não esqueça de acompanhar nossa página no Facebook para receber todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
psicologia
comportamento infantil
infância
bem-estar

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ