Psicologia Infantil

12/05/2015 03:19 - Atualizado em 30/11/2016 07:46

Jogos infantis são uma brincadeira fundamental

Mais do que um simples momento de lazer, os jogos infantis podem contribuir para o desenvolvimento da criança.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Mais que um momento de conexão e lazer com seus filhos, brincar é importantíssimo para o desenvolvimento da criança. A infinidade de jogos infantis contribui para uma série de benefícios e, principalmente, aproxima adultos e crianças em um encontro maravilhoso.

Simone Bampi, conselheira do Conselho Regional de Psicologia do Rio Grande do Sul, psicóloga especialista em educação inclusiva e mestre em inclusão social, destaca a importância dos jogos infantis.

Ela confirma que, mesmo em uma era na qual o digital impera e as agendas dos pequenos estão cada vez mais cheias, um momento de lazer e brincadeira é tão importante quanto uma aula particular.

jogos infantis

Jogos infantis estimulam a criança

Segundo a especialista, os jogos infantis são fundamentais, pois é através deles que a criança desenvolve uma série de potencialidades, tanto cognitivas como de relacionamento. "As regras do jogo, esperar a sua vez para jogar, o tempo para a conclusão do mesmo, entre outros elementos, estão em um formato lúdico, mas são habilidades que todos precisamos desenvolver para a vida em comunidade", comenta Simone.

Os jogos diferem de acordo com a idade da criança, pois ela precisa brincar com aquilo que tem capacidade de entender. Simone comenta que existem muitos tipos de brincadeiras, desde os jogos de cantigas e parlendas que são transmitidas de geração para geração, até os jogos digitais. "É preciso ver como a criança se situa diante dos mesmos e estimular que tenha novas experiências e vivências” completa.

É importante acompanhar o desenvolvimento da criança e observar as suas necessidades do brincar, oferecendo novos desafios e novos jogos infantis. De 0 a 3 anos, as crianças são mais interessadas em sons e cores, gostam de levar objetos à boca, jogá-los e deixá-los rolar. Por isso, procure brinquedos com peças grandes para encaixar ou que emitam sons.

Já dos 4 aos 7 anos, os pequenos gostam mais de atividades motoras, ou seja, jogos com bola, passeios de bicicleta e atividades artísticas como pintura e desenhos.

Dos 8 aos 10 anos, as crianças gostam de passar tempo com seus colegas e amigos da mesma idade, por isso, jogos de tabuleiro são ótimas opções para reunir os amiguinhos.

Já dos 10 aos 12 anos, jogos em equipes são muito atrativos, e esportes ou outras atividades físicas devem ser consideradas.

O envolvimento dos pais

Simone afirma que todos os momentos podem ter a companhia dos pais, principalmente quando a criança está entrando nesse universo de jogos infantis, pois, muitas vezes, o adulto precisará mediar e ensinar as regras do jogo.

"A participação dos pais sempre é interessante, mas também é preciso respeitar quando a criança quer jogar apenas com seus amigos. Por isso, o adulto deve agir apenas como mediador", esclarece.

É importante saber dosar o momento em que você deve fazer companhia aos pequenos ou deixá-los interagir com outros amigos.

jogos infantis

Jogos infantis atuam no desenvolvimento

Simone chama a atenção para a importância dos jogos infantis e de como ele pode trazer impactos positivos para os pequenos. "Esse é um tema extenso e importante, que precisa ser resgatado nos ambientes de socialização", confirma.

Aos pais, cabe também estarem atentos à rotina dos filhos, tanto em casa quanto na escola. Essa interação com outras crianças é fundamental para o desenvolvimento social do ser humano, por isso, não deixe de conversar com a professora sobre como seu filho tem agido no período escolar.

Nos momentos em casa, sugira jogos infantis em família ao invés de passar horas em frente a televisão. Isso não só une mais pais e filhos, como contribui para o crescimento saudável do seu filho.

Gostou das dicas? Então deixe um comentário! E não esqueça que você sempre encontra novidades aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
brincadeiras
desenvolvimento infantil
educação
crianças

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ