Psicologia Infantil

20/04/2015 12:21 - Atualizado em 28/11/2016 11:48

Hiperatividade infantil prejudica o desempenho escolar

Hiperatividade pode ser tratada com reeducação do excesso de energia da criança.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A desatenção e a hiperatividade infantil têm sido apontadas como fatores comuns nas dificuldades de aprendizagem das crianças. Os problemas comportamentais e os transtornos do desenvolvimento podem ser identificados e tratados, desde que os pais saibam observá-los.

A hiperatividade é um estado excessivo de energia, que pode ser motora - física e muscular - ou mental, apresentando intenso fluxo de pensamentos. O transtorno também é sinônimo de aumento ou de excesso de atividades. Saiba como identificar e tratar a hiperatividade infantil:

hiperatividade infantil

Como identificar a hiperatividade infantil

Para fazer o diagnóstico, é preciso observar se o comportamento hiperativo acontece há pelo menos seis meses em ambientes diferentes, como na sua casa e na escola. A criança hiperativa costuma se mexer o tempo todo, esquece e perde pertences com frequência e comete erros por falta de atenção.

A hiperatividade infantil fica ainda mais evidente quando a criança vai para a escola. Normalmente, ela conseguiria permanecer sentada na carteira da sala de aula, prestar atenção no que a professora fala, escrever no caderno, fazer exercícios e aprender as lições.

A criança hiperativa, no entanto, não consegue ficar quieta e comete erros por distração. Muitas vezes, fica evidente que ela sabe o conteúdo, mas não acerta as repostas, pois está distraída. Educar ou mesmo conviver com uma criança assim é um desafio e requer paciência e atenção da família, dos amigos e da equipe da escola.

Entenda que pedir a uma criança hiperativa para se concentrar e organizar-se é o mesmo que pedir a uma pessoa com miopia para se esforçar mais e tentar ler sem óculos, ou pedir a alguém com dificuldades motoras para correr mais depressa.

Como a hiperatividade infantil atinge a criança

A hiperatividade infantil é uma condição física que se caracteriza pelo subdesenvolvimento e pelo mau funcionamento de certas partes do cérebro, como os lobos frontais, o cerebelo e o sistema popaminérgico.

Isso resulta na falta ou na recaptação precoce da dopamina, o que causa descontrole de movimentação, e da noradrenalina, que tem influências no humor e na ansiedade.

Impulsividade, hiperatividade e desatenção ou distração são os sintomas mais comuns dessa condição. O pequeno com hiperatividade infantil pode ser predominantemente desatento, predominantemente hiperativo ou uma combinação dos dois.

hiperatividade infantil

Não há cura

Casos graves de hiperatividade são tratados com remédio, mas, na maioria das vezes, organizar a rotina da criança já resolve boa parte do problema. o transtorno não tem uma cura, só tratamentos. O principal deles é reeducar esse excesso de energia.

A paciência e a compreensão dos pais são fundamentais no tratamento. Definir horários ajuda muito. Hora de estudar, de brincar, de dormir. Sentar com o filho e negociar, fazer uma agenda com ele e deixá-la num lugar bem visível, como a parede do quarto, é uma sugestão.

Um conselho para os pais que têm filhos menores é reduzir o número de brinquedos oferecidos ao mesmo tempo. O excesso pode confundir a criança. Além disso, outra dica é incentivar a prática de atividades físicas e sempre elogiar os acertos, por menores que sejam.

Seu filho é hiperativo? Conte nos comentários! E não esqueça que você sempre encontra novidades sobre comportamento infantil aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
crianças
comportamento
hiperatividade
aprendizagem

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ