Psicologia Infantil

23/07/2014 09:00 - Atualizado em 04/12/2016 05:05

Em busca da extroversão: ajude seu filho a perder a timidez

Fazer amizades na infância, muitas vezes, depende de a criança perder a timidez.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Um problema muito comum entre os jovens, principalmente na pré-adolescência e adolescência é o acanhamento. Demorar para perder a timidez nesse período pode se refletir em dificuldades na vida adulta.

Perder a timidez é preciso

Quando o jovem tem como obrigação os estudos, esse pode parecer um problema inofensivo, mas é bem possível que ele gere um efeito dominó - o adolescente não se sente inserido na sociedade e acaba levando esse sentimento para outras fases da sua vida, nas quais há novidades como o mercado de trabalho, por exemplo, que não costuma perdoar.

perder-a-timidez

Perder a timidez é importante para que seu filho não se sinta isolado do mundo. Foto: Shutterstock

Como ajudar seu filho a perder a timidez

Se o seu filho é fechado, introvertido em excesso e fala pouco, talvez seja oportuno você ajudá-lo a perder a timidez. Se o objetivo for conquistado, ele só terá a agradecer esse auxílio. Veja algumas dicas para ajudar o seu filho.

Amizades

É importante para uma pessoa de qualquer idade ter amigos. Se a criança é estimulada desde cedo a ter amizades, vai desenvolver uma maior facilidade de conviver com outras pessoas.

Não crie seu filho em uma bolha: leve-o a praças e clubes e matricule-o em cursos, pois esses ambientes são propícios a ele conhecer outras crianças. Mas não force a barra. É natural que não ocorra simpatia com determinada pessoa.

Ensine e converse

Toda criança precisa da figura de um adulto por perto para prepará-la para os mais diferentes aspectos da vida. Os adultos já passaram por muitas situações pelas quais os jovens passarão, então conversar sobre essas experiências pode ser muito bom e ajudará a perder a timidez.

Claro que o aprendizado pleno só chega quando a própria pessoa vive determinada situação, mas a conversa pode ajuda-la a se preparar melhor para algo que pode ser difícil quando encarado pela primeira vez.

Confiança

A autoconfiança é uma coisa que muitas vezes é difícil até para um adulto adquirir. Mas fica muito mais fácil quando é estimulada desde cedo. A criança precisa aprender que cada pessoa tem as suas particularidades e nem todo mundo é igual.

Isso significa que ela vai ter o seu próprio jeito e tem que estar em harmonia com ele. Uma pessoa confiante se importa menos com os outros vão pensar, e isso torna muito mais fácil se abrir para os demais e perder a timidez.

Não rotule

Mesmo que seja bem evidente que a criança é tímida, não fique afirmando isso para ela e rotulando-a. Ela pode pensar que isso é um defeito e que tem algo errado com ela. Isso só vai abalar a autoconfiança que, como falamos acima, é extremamente importante para o convívio social.

Na escola

Os pais precisam entender que eles dividem a responsabilidade na educação de seus filhos com a escola. Portanto, sempre que puderem, devem conversar com os professores, que, pela sua experiência, podem ter ótimas maneiras de estimular a participação dos alunos em sala de aula e o convívio com os demais colegas.

Apoio psicológico

A timidez é um problema normal, mas há casos e casos. Em algumas pessoas ela pode extrapolar o normal e ter consequências muito ruins. Às vezes, as dicas anteriores são insuficientes para perder a timidez e, assim, torna-se recomendável um acompanhamento psicológico. Basta que os pais tenham a sensibilidade para perceber isso.

O seu filho é muito tímido? Quais são as caractéristicas dele quando ele esta em um grupo de amigos, ou perto da família?

TAGS
criança timida
criança isolada

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ