Psicologia Infantil

27/01/2015 04:18 - Atualizado em 08/08/2016 08:19

Economize na lista de material escolar! Confira sugestões

Pagar menos na lista de material escolar dos filhos exige organização e pesquisa de preço.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O início do ano letivo é um momento bastante especial. Para os pequenos, pode significar novas experiências e reencontro com os amigos. Para os pais, um rombo no orçamento doméstico. E, geralmente, a maior responsável por esse desequilíbrio financeiro é a lista de material escolar.

lista de material escolar

Se você é pai de primeira viagem ou já tem que munir o arsenal escolar dos filhos há alguns anos, confira dicas para economizar, ao mesmo tempo em que agrada a garotada.

Lista de material escolar: Filtre o que é essencial

Primeiro, é preciso lembrar que as escolas emitem uma única lista para o ano inteiro. Comprar tudo de uma vez só pode ser prático, mas exige um investimento maior, além de espaço para guardar o material que será usado.

Compre os itens da lista de material escolar aos poucos. Vá até a escola e peça para que os professores marquem o que é essencial para seu filho começar as aulas. Depois, faça uma programação para comprar de tempos em tempos o restante do material.

Imponha limites

Definido o que é importante, é hora de sair às compras. Aproveite o momento para ensinar princípios de economia familiar para seu filho. Explique qual é o orçamento e que, dentro dele, é necessário gerenciar todos os itens da lista de material escolar.

Isso evita chantagens emocionais para algo que você não tem condições. Imponha um limite nas compras e faça o baixinho entender que respeitar esse limite é primordial.

O teto para o investimento tem que estar dentro da realidade do mercado. Não adianta querer gastar R$50 se o total das compras, minimamente, custaria R$200. Faça uma pesquisa de preços pela internet ou por telefone nas principais papelarias da cidade e, a partir dessa informação, trace um plano de compras.

Lista de material escolar: Preço versus qualidade

Os mais velhos já diziam que o barato sai caro. Economizar nas compras não significa encher a lista de material escolar com produtos de péssima qualidade. Corre-se o risco de a cola não colar, de o lápis quebrar cada vez que for apontado ou de a canetinha hidrocor secar na primeira usada.

Agrade os pequenos

Conhecer as preferências dos seus filhos ajuda e muito na hora de comprar a lista de material escolar. Não adianta você levar para casa um caderno financeiramente em conta, se não tiver nada a ver com ele.

Se a criança curte super-heróis ou princesas, por exemplo, procure dar a alegria de ter um desses personagens em, pelo menos, alguns itens da compra. Eles irão se sentir valorizados e também valorizarão o seu esforço, cuidando melhor do material comprado.

Pratique a solidariedade

Não basta ajudar com o dever de casa. Ensine a seu filho a importância de cuidar do material escolar. Uma vez por semana, peça que ele organize a mochila, estojo e verifique se todos os itens estão em perfeitas condições.

Explique que o que estiver em bom estado, no final do ano, poderá ser reutilizado no período seguinte ou até mesmo doado para alguma criança sem condições de comprar.

Com essas dicas simples, a tarefa de comprar a lista de material escolar não fica tão assustadora. O segredo é ir às compras com descontração e economia.

Gostou das sugestões? Então deixe um comentário!  E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
educação
vida escolar
volta às aulas
economia doméstica

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ