Psicologia Infantil

27/08/2014 07:01 - Atualizado em 17/11/2016 02:29

Dormir fora de casa: Veja como preparar seu filho para este momento

Dormir fora de casa pode ser um passo importante para as crianças.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você pode manter o seu filho debaixo de sua proteção máxima e ainda assim não conseguirá escapar do momento em que ele vai pedir para dormir fora de casa. Seja na casa de parentes ou de amigos, é importante preparar o seu filho para esse momento em que ele irá dormir fora de casa.

Dormir longe dos pais e de seu habitat natural é importante para a criança perceber seus recursos diante de situações de independência, reassegurar-se desses recursos, aprender a utilizá-los e, principalmente, expandir e desenvolver novas ferramentas para enfrentar o novo e ter mais autonomia.

dormir-fora-de-casa

Preparo para dormir fora de casa começa em casa

Ainda que não haja uma fórmula para ensinar aos filhos como fazer para dormir em outro lugar que não o que estão acostumados, é necessário que esse preparo comece em casa. Como? Na forma em que os limites são estabelecidos. Hoje em dia muitos pais, por conforto e por comodidade, permitam que os filhos criem o hábito de constantemente dormir na mesma cama que o casal.

Isso acarreta em uma dificuldade da criança não só em dormir na sua própria cama, como também de dormir fora de casa. Por isso, quando o seu filho estiver com alguma necessidade que o faça querer companhia para dormir, exerça o seu papel e se esforce para habituá-lo à sua própria cama, mesmo que isso represente para você ficar lá até ela dormir.

Tenha ainda em mente que os limites são estabelecidos para uma criança na sua própria casa e não apenas no momento em que ela irá dormir fora de casa. Por isso, acostume-a desde cedo a seguir regras. Esse bom hábito a tornará mais sociável e adaptável a novos ambientes. Os limites devem começar dentro de casa.

Na hora de arrumar a mala, certifique-se de que a criança está levando tudo que a possa fazer sentir-se amparada. Desde roupas adequadas até mesmo alimentos em caso de alguma intolerância alimentar que possa constranger os anfitriões. Além disso, tenha em mente de que não há problema em a criança querer levar um ursinho junto, por exemplo. Recriar seu habitat dentro dos padrões aceitáveis de normalidade é algo completamente aceitável.

Rotina normal mesmo ao dormir fora de casa

É importante ainda que a criança seja orientada que dormir fora de casa não significa mobilizar um restaurante e que não é educado que ela faça pedidos fora da sua rotina alimentar, como pizza para o jantar e sorvete de sobremesa. Instrua a criança de que o certo é que ele coma o que for servido e que se caso não gostar, não deve fazer cara de nojo para não ser mal educada.

Evite demonstrar uma comoção ou preocupação exagerada ao largar a criança em seu destino. Hoje em dia vivemos em um mundo caótico, e potencializar isso em forma de preocupação irá transferir sentimentos de insegurança para a criança que podem prejudicar sua estadia no local.

E por fim, incentive o seu filho a dormir bem na noite anterior. Se a criança chegar cansada ao local em que ficará, a adaptação será mais complicada. Por isso, esforce-se ao máximo para que os dias anteriores sejam tranquilos e dentro da rotina, sobretudo a noite que antecede a saída de casa.

TAGS
comportamento infantil
dormir
sono
qualidade de vida

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ