Psicologia Infantil

21/12/2014 04:37 - Atualizado em 05/12/2016 10:45

Dificuldade para dormir atrapalha rotina da criança

Entenda quando a dificuldade para dormir deve ser motivo de preocupação para os pais.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O sono é o período que o corpo utiliza para recuperar as energias gastas durante o dia, repousar a mente e também crescer. E isso vale tanto para adultos quanto para crianças. Quando a dificuldade para dormir atinge os pequenos, todas essas funções ficam comprometidas, atrapalhando o bom andamento do dia.

A dificuldade para dormir pode se manifestar na demorar para adormecer como também ao ter o sono interrompido por qualquer razão, havendo problemas para adormecer novamente. Em todos os casos, o quadro pode gerar consequências graves nas crianças.

dificuldade para dormir

As causas desse problema podem estar relacionadas a cólicas, aos gases e ao refluxo ácido nos bebês. Outras possíveis origens estão em febre e questões emocionais, como ansiedade e depressão, além da quebra de rotina da criança.

Truques para acabar com a dificuldade para dormir nas crianças, como cansá-las bastante durante o dia, são comuns entre os pais. Mas fique atento: isso pode agravar o caso. Por isso, qualquer uma dessas alterações deve ser comunicada primeiramente ao pediatra, para que ele fazer uma melhor orientação dos pais e da família.

Quando a dificuldade para dormir preocupa

Quando o problema está ligado a transtornos ou mudanças da rotina da criança, é importante que os pais fiquem atentos e procurem ajuda. Quando a criança apresentar, junto com a ausência de sono, também falta de atenção, irritabilidade, dificuldade de respirar durante o sono, falta ou excesso de apetite, é hora de procurar um pediatra.

A falta de uma rotina na hora de dormir pode dificultar o descanso das crianças. Elas acabam indo dormir mais tarde, acordando mais tarde e perdem também o tempo de tomar café ou de almoçar em horários adequados, o que atrapalha também o apetite.

O uso de aparelhos eletrônicos após determinado horário também é um fator que aumenta a dificuldade para dormir. O ideal é que não utilize eletrônicos como tablets, televisores e computadores após às sete da noite, para que os estímulos visuais dos aparelhos não atrapalhem o descanso da mente.

Para as crianças até 3 anos de idade, a soneca da tarde é fundamental para ajustar o sono noturno. Entretanto, elas devem ocorrer até às 16 horas, no máximo, para que o pequeno possa sentir sono à noite.

Como solucionar a dificuldade para dormir

O primeiro passo para resolver o problema é estabelecer uma rotina para a hora de dormir sem desrespeitar o ritmo de cada criança. As mudanças devem ser graduais, sob o risco de atrapalhar todos os horários do pequeno e sobrecarregar o corpo.

Evitar alimentos pesados no jantar, evitar bebidas ricas em cafeína, como os refrigerantes e chás mais escuros, além do próprio café, também ameniza a dificuldade para dormir. Uma boa dica é investir no leite, que, pela presença de triptofano, favorece o sono.

Incluir nessa rotina um banho morno, assim como tornar o quarto um ambiente acolhedor, com pouca luz e pouco barulho, auxilia na transformação do sono na hora de relaxar a mente e descansar o corpo. Isso é importante para recuperar as energias do pequeno para o dia seguinte.

E aí, já sabe como auxiliar o sono do seu filho? Deixe um comentário e não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
criança
saúde infantil
sono
pediatria

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ