Psicologia Infantil

15/08/2014 11:59 - Atualizado em 04/12/2016 12:47

Como evitar que traumas da infância prejudiquem o futuro das crianças

Saiba mais sobre os traumas da infância e o que fazer para evitar complicações.

POR

Redação

  • +A
  • -A

É comum que traumas sejam desenvolvidos na infância, pois nessa fase ocorre uma intensa exploração e descoberta de sentimentos, percepções e sensações. Nesse período, os pequenos absorvem tudo o que acontece em volta deles e, muitas vezes, acabam tendo contato com situações que, definidas como traumas da infância, podem dificultar a convivência com outros adultos no futuro.

Entenda o que são os traumas da infância

Trauma psicológico é uma sequela emocional deixada por uma experiência que causou dor ou sofrimento. Esse acontecimento pode afetar de maneira séria e profunda o comportamento, o pensamento e os sentimentos de uma pessoa.

traumas-da-infancia

Acontece mesmo que o traumatizado tente evitar lembrar ou reviver o fato que o deixou marcado. Quando se trata de traumas da infância, é ainda mais difícil lidar com o problema e conseguir superá-lo.

Na maioria das vezes, os eventos que resultam em traumas estão relacionados com situações de violência e medo. Como principais exemplos, pode-se citar as agressões físicas, os assaltos, os estupros, as guerras, a violência sexual e os maus tratos em geral.

No caso dos traumas da infância, eles não são causados apenas pela vivência da situação, mas também por ter contato com outra pessoa que passou por uma situação traumática. As crianças acabam desenvolvendo os mesmos sintomas que os traumatizados apenas de ouvir um relato ou, então, por conviver com a pessoa.

Mas é preciso entender que cada criança reage de uma forma diferente às situações de conflito. Como cada uma tem suas próprias percepções, o que pode ser traumático para uma, pode não ser necessariamente para a outra.

Fique atento aos sintomas

É importante ficar atento a alguns sinais para que os traumas da infância possam ser identificados e tratados da maneira correta, evitando que eles prejudiquem o desenvolvimento no futuro.

Os sintomas apresentados pelos traumatizados podem ser variados, dependendo de como cada criança lida com as situações e da gravidade delas.

Os principais sinais que podem ser percebidos são:

- Lembrança do evento traumático através de sonhos ou até pensamentos enquanto está acordado

- Medo de se se envolver com qualquer coisa que lembre ou faça referência ao trauma

- Dificuldade em dormir

- Isolamento ou afastamento do convívio social.

Além disso, em casos mais graves ainda, elas podem apresentar sinais de depressão, ansiedade, dificuldade de concentração e de aprendizagem.

Como superar os traumas da infância

O mais indicado para superar traumas da infância é buscar a ajuda de um psicólogo. O profissional pode auxiliar no reconhecimento do trauma e no processo de entendimento e aceitação dos sentimentos e emoções.

Fazem parte do tratamento sessões de terapia para compreender os traumas de outra forma e, assim, poder conviver com ele da melhor maneira possível, sem que afete a sua vida social no futuro.

Os traumas da infância devem ser tratados com cuidado e de forma correta. Existem vários tratamentos que apresentam ótimos resultados. As terapias mais indicadas para esses casos são as psicodinâmicas e as cognitivas, que trabalham de forma para que o paciente desenvolva mecanismos de controle das crises relacionadas as situações traumáticas.

TAGS
infância
aprendizado
crianças
e

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ