Psicologia Infantil

07/12/2014 06:15 - Atualizado em 30/11/2016 02:31

Ciência identifica capacidade de memória dos bebês

Estudo americano revela um pouco de como funciona a memória dos bebês.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você já parou para imaginar como é a memória dos bebêsSerá que o filho, aos cinco meses de idade, por exemplo, é capaz de lembrar o que aconteceu no dia anterior? Segundo um estudo publicado recentemente por uma universidade americana, é possível afirmar que pelo menos os bons momentos do dia ficam na memória do pequeno por algum tempo.

memoria dos bebes

Capacidade de memória dos bebês

A pesquisa é do Instituto de Psicologia da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, que identificou uma capacidade de memória dos bebês bem positiva. O resultado indica que crianças nos primeiros 6 meses de vida são mais propensas a recordar fatos que tiverem ligações afetivas e de bem-estar, como um passeio, um colo de alguém querido ou até mesmo o contato com algum animal de estimação.

Como eles ainda não podem expressar isso através de palavras, foram criados outros métodos para avaliar a resposta deles aos testes de memória dos bebês. A mais comum delas consiste em monitorar o movimento dos olhos e observar por quanto tempo eles são capazes de se fixar em cada imagem mostrada. Isso porque a tendência é que eles olhem mais demoradamente para aquilo que lhes é familiar, até pelo conforto que a sensação de conhecer algo é capaz de causar.

No estudo, essa foi a técnica utilizada. Para identificar a capacidade de memória dos bebês, os pequenos foram colocados em frente a uma tela com a imagem de uma pessoa que ora usava uma voz contente, ora neutra ou então brava. Imediatamente depois de cada fala, aparecia na tela uma forma geométrica.

Essa fase da pesquisa foi realizada em dois dias. Após observarem essa tela, no dia seguinte, foram apresentadas aos bebês novas formas além daquelas que foram usadas na primeira exposição. Com isso, os pesquisadores então anotavam a quantidade de vezes em que os pequenos fixaram o olhar em cada imagem. E esse número foi bem melhor para as formas geométricas ligadas à entonação contente da voz no vídeo.

Para os pesquisadores, a conclusão é de que as emoções positivas aumentam a atenção dos bebês porque geram excitação, e por isso podem causar um efeito parecido com o da memória em crianças mais velhas. Para quem tem filhos pequenos, a ideia que fica é de que vale a pena investir nas brincadeiras e atividades que estimulam a memória dos bebês.

Como estimular a memória dos bebês

Se esse for o seu caso, veja três dicas simples de como estimular essa capacidade nos primeiros meses de vida do bebê, lembrando a importância do afeto e do carinho para a afirmação do gesto:

1 – Cante músicas infantis com letras simples e com palavras repetidas;

2 – Ao passear com o pequeno, mostre algumas coisas pelo caminho explicando o que são e para que servem ou como funcionam, repetindo algumas diariamente e introduzindo novas;

3 – Leia para o bebê. Escolha livros que chamem a atenção, com figuras e texturas diferentes, estimulando a participação dele nessa hora.

Gostou da matéria? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
bebê
criança
memória
saúde

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ