Psicologia Infantil

20/11/2014 11:09 - Atualizado em 03/10/2016 04:02

Cartilha aborda o transtorno de comportamento na infância

Capacitação de profissionais da saúde é essencial para diagnóstico precoce de transtorno de comportamento na infância.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Nem todos os profissionais da saúde, incluindo os médicos, estão preparados para identificar o transtorno de comportamento na infância. Com o propósito de começar a mudar este quadro, uma parceria está sendo firmada entre psiquiatras e pediatras. Profissionais das duas especialidades estão trabalhando na elaboração de uma cartilha para médicos.

Capacitação de profissionais

Com isso, espera-se que aumente o número de profissionais capacitados a identificar autismo e transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) nos primeiros anos de vida das crianças. O objetivo deste trabalho é fazer com que seja cada vez mais precoce o diagnóstico de qualquer tipo de transtorno de comportamento dos pequenos.

transtorno-de-comportamento

Em janeiro deste ano, uma parceria entre as associações das duas especialidades foi firmada com uma assinatura. O próximo passo é no mês que vem, nos dias 5 e 6 de dezembro, quando acontecerá o II Congresso e IX Simpósio Brasileiro de Psiquiatria da Infância e Adolescência, no Rio de Janeiro.

Existem, no Brasil, 15 mil pediatras e 300 psiquiatras da infância e adolescência. Os organizadores do encontro esperam capacitar 10% dos pediatras. Com isso, já haverá muito mais profissionais devidamente capacitados a identificar qualquer tipo de transtorno de comportamento do que existe atualmente.

Diagnóstico precoce do transtorno de comportamento

Estudiosos da área acreditam que a detecção precoce do transtorno de comportamento na infância ajudará a acabar com o preconceito em relação aos portadores e também vai facilitar o trabalho dos pediatras no cotidiano do consultório.

Os transtornos comprometem a vida de crianças e também de familiares e amigos que, muitas vezes, não entendem, ou não sabem lidar com o problema. Professores também podem encontrar obstáculos no processo de ensino, sem saber o caminho a percorrer para encontrar a solução na questão de aprendizagem e comportamento dos alunos com transtorno de comportamento.

Muitos pediatras, ao se depararem com a possibilidade de um transtorno de comportamento na infância, encontram dificuldades em levar seu trabalho adiante. Parcerias como essa promovem uma maneira de trabalhar, sobretudo, com a prevenção de saúde, pois será possível conhecer o que sinais como sono perturbado pode representar para a saúde de uma criança.

Identificação do transtorno de comportamento

Este encontro deverá se tornar anual a fim de que a formação de pediatras especialistas em psiquiatria na infância seja cada vez mais uma realidade entre os médicos. A novidade para o encontro deste ano é um auditório exclusivo para que pais e educadores tirem as suas dúvidas com grandes e renomados profissionais do País durante workshops.

Dessa forma, busca-se também estender os benefícios deste evento para outras esferas da sociedade. Estarão à disposição do público diversas palestras sobre temas relacionados a TDAH e autismo. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail simposiocomportamento@gmail.com.

Gostou das dicas? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
transtorno
saúde
comportamento infantil

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ