Psicologia Infantil

22/10/2014 03:49 - Atualizado em 04/11/2016 12:27

Bichos de estimação para crianças podem auxiliar na educação

Bichos de estimação para crianças trazem alegria e responsabilidade aos pequenos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Cachorros e gatos não são uma unanimidade. Mas você sabia que bichos de estimação para crianças podem auxiliar na educação infantil?

O papel dos bichos de estimação para crianças

Ter animais em casa é uma responsabilidade. Os gastos com o pet e as mudanças necessárias na rotina acabam desestimulando muitas famílias. Porém a convivência da criança com o bichinho costuma superar esses obstáculos. Os pequenos se divertem, aprendem e ainda se desenvolvem emocionalmente.

bichos-de-estimacao-para-criancas

Os bichinhos ajudam no processo de desenvolvimento, pois levam a criança a exercitar o seu senso de responsabilidade. Quando os pais trabalham fora e os filhos acabam ficando muito sozinhos, os bichos de estimação para crianças podem ser uma ótima opção, já que fazem companhia e ainda estimulam o desenvolvimento afetivo dos pequenos.

Para filhos únicos, o animal pode ser uma companhia para a criança brincar. Já se tiver mais de uma criança na casa, o bichinho também pode ajudar. Se os irmãos brigam muito, por exemplo, o animal de estimação pode se tornar o foco de atenção e proporcionar um relacionamento melhor entre os baixinhos.

A idade mais indicada para ter um bicho de estimação

Saber se a idade da criança já é indicada para ter um bicho de estimação vai depender de vários fatores. Primeiro deve ser levado em consideração a espécie de animal que será adotado ou comprado.

Depois, se a criança já está pronta para ter um bichinho, ou seja, se ela possui habilidades motoras, se é capaz de se defender e entender o que é ou não é permitido fazer. Essa avaliação deve ser feita pelos pais, que podem identificar qual é o momento certo para ter um novo morador em casa.

Se um dos bichos de estimação para crianças escolhido for o cachorro, é indicado a criança ter a partir de 3 ou 4 anos, pois já adquiriram certa autonomia. Nessa idade, elas sabem, por exemplo, que não podem subir no cachorro ou puxar suas orelhas.

Os pais também devem estar cientes de que vão precisar ajudar nas tarefas com os bichinhos. Principalmente nas funções que exigem mais compromisso, como levar no veterinário, dar remédios, dar comida ou dar banho.

Responsabilidades mais simples devem ser atribuídas às crianças, como pentear o pelo ou colocar água. Aos poucos, conforme a criança for crescendo, ela pode assumir tarefas que exijam mais responsabilidades. Isso também fará com que o pequeno se desenvolva e tenha mais autonomia.

Cuidados com o animal de estimação

O primeiro cuidado com os bichos de estimação para crianças é na hora de decidir a compra ou adoção do animal. A decisão deve ser feita de forma consciente. O pequeno, dependendo da idade, pode até participar.

O bichinho não poderá ser tratado como um brinquedo, que serve para alguns momentos e depois é preso deixado sozinho. Eles precisam de atenção e cuidados diariamente.

Também podem ocorrer alguns problemas na convivência com o animal, o que é normal, mas são esses momentos que os pais devem usar para auxiliar na educação dos filhos.

Lembre-se: ter um animal de estimação é uma responsabilidade muito grande. Avalie bem antes de tomar qualquer decisão.

E aí, gostou das dicas? Então deixe um comentário! E não esqueça de acompanhar nossa página no Facebook para receber todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
crianças
desenvolvimento infantil
educação
pets

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ