Motivação

07/10/2015 08:56 - Atualizado em 15/11/2016 09:11

Tomar decisões não precisa ser um bicho de 7 cabeças

Estar pronto para lidar com as consequências dos atos aumenta a autoconfiança.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Tomar decisões pode ser bastante complicado para algumas pessoas. Insegurança, ansiedade e toda uma carga emocional tornam as situações muito mais difíceis para elas.

É natural sentir certo nervosismo diante de situações de grande responsabilidade, como um financiamento, uma mudança de emprego ou até o fim de um relacionamento. Porém, é preciso organizar as ideias para que esse processo ocorra de maneira leve e confiante. Saiba como isso é possível.

Tomar decisões pode ser difícil

O medo e a própria falta de confiança em si mesmo são sentimentos que acometem algumas pessoas na hora de tomar decisões. Essa dificuldade pode estar relacionada à busca por objetivos que envolvam maior estabilidade. Pode ser que o indivíduo não goste de correr riscos, também, ou esteja traumatizado devido a uma atitude que tenha gerado consequências ruins no passado.

Justamente por esse receio, gente assim acaba sofrendo para decidir algo. A saída está no treinamento. Nem sempre é possível delegar a tarefa para outra pessoa, nem ter o aconselhamento de algum colega, amigo ou familiar. Em determinados momentos da vida, é preciso lidar sozinho com a tomada de decisões.

mulher em estrada bifurcada esperando tomar decisoes

Estar atento ao problema, às alternativas, às chances e aos riscos contribui para que as escolhas sejam feitas com maior confiança e segurança.

Saiba Mais
Inspire-se na história de quem decidiu mudar de carreira
Como evitar que traumas da infância prejudiquem o futuro das crianças
Supere a baixa autoestima e viva dias mais felizes

5 dicas para tomar decisões com confiança

1. Compreenda o problema

Antes de se ver ansioso e nervoso com a necessidade de escolher algo específico, mantenha a calma e foque no que está acontecendo. Ao tomar qualquer atitude, é fundamental entender o que está em jogo. Uma lista de pontos positivos e negativos envolvendo a decisão pode contribuir.

2. Avalie as alternativas

Na maior parte das vezes, a decisão a ser tomada engloba uma série de alternativas e diferentes perspectivas. Por isso, ao estudar o problema, procure visualizar a situação de distintas formas, conhecendo suas possibilidades.

3. Controle os impulsos

Para algumas pessoas eles podem até funcionar, mas quem tem dificuldade para tomar decisões acaba se atrapalhando. Evite decidir algo de cabeça quente ou baseado na opinião alheia. Recue, reflita e espere o tempo que for necessário.

4. Confie nas sua capacidade

Muitos indivíduos que enfrentam dificuldades para decidir algo importante têm problemas de autoconfiança. O que consideram correto pode, na visão deles, estar errado, o que os deixa ainda mais ansiosos. Durante um período de decisão, lembre-se do quanto você estudou e se preparou para o momento.

5. Aprenda a lidar com as consequências

Acertou? Errou? Independentemente do que ocorra, é importante aprender a lidar com as próprias consequências. Não dá para voltar atrás, mas ficar se lamentando sobre como algo poderia ter acontecido também não adianta. Aprenda com os tropeços e lembre-se que a prática leva à perfeição.

Tomar decisões não precisa ser difícil. É preciso apenas concentrar-se naquilo, estudar as possibilidades e confiar na sua escolha.

Você já precisou tomar alguma decisão importante? Qual? Deixe seu comentário! E aproveite para conferir outras dicas de bem-estar aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
projeto de vida
tomada de decisão
escolhas
autoconfiança

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ