Motivação

30/12/2014 01:03 - Atualizado em 01/04/2016 11:41

Promessas de Ano Novo: Como colocá-las em prática

As promessas de Ano Novo podem ser motivos de frustração ou orgulho para quem se propôs a mudar.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A cada virada de ano, é comum reservarmos um tempo para pensar no que fizemos, no que deixamos de fazer e no que pretendemos realizar nos próximos 365 dias. É aí também que começamos a pensar na lista de promessas de Ano Novo.

Você cumpre com as suas promessas de Ano Novo?

É bem comum que muita gente acabe repetindo sempre a mesma lista, anos após ano, simplesmente por não conseguir cumprir as promessas de Ano Novo anteriores.

promessas de ano novo

Sem dúvida, para que determinados desejos se realizem, existem fatores que são alheios à nossa vontade. Mas nem sempre é assim. Em grande parte, mudanças e conquistas são amplamente determinadas por esforço e dedicação de quem as busca.

Para tanto, o primeiro passo é verificar, dentre a lista de promessas de Ano Novo, aqueles desejos que são realizáveis e que dependem exclusivamente de nós mesmos. Impor metas que dependam da atitude de outras pessoas certamente acabará em frustração no próximo Réveillon.

Como passo seguinte, é importante definir as etapas necessárias para a realização das suas promessas de Ano Novo. Traçar um plano com passos definidos em detalhes facilita a execução e ainda deixa você mais seguro do caminho que está trilhando.

Promessas de Ano Novo: Separe sonhos da realidade

Nesse ponto, fica bem nítida a diferença entre um sonho e um objetivo: enquanto o primeiro existe apenas no plano das ideias e dos desejos, o segundo é uma meta concreta, algo que se busca realizar no plano da realidade.

Por isso, deve ser enfatizada também a importância de estabelecer promessas de Ano Novo que sejam executáveis e que não causem sofrimento. Isso possibilita que alcançá-las seja um processo prazeroso e de aprendizado.

Mudanças bruscas de comportamento geram desconforto e atrapalham a motivação de cumprir o objetivo. Muitas vezes, o desconforto não se deve específicamente ao novo hábito, mas simplesmente pela novidade, pelo desconhecido.

O ser humano em geral apresenta grande resistência a mudanças, por insegurança ou medo, mesmo que certas situações sejam desagradáveis e peçam um revés.

Portanto, sejam quais forem suas promessas de Ano Novo, é importante encará-las como um sério compromisso consigo próprio. Pense nelas como se fossem promessas para o seu melhor amigo. Sem dúvida, seu esforço será o maior possível para cumpir tudo à risca.

Da mesma forma, assuma o compromisso do esforço próprio. Não tenha receio de se ver como a principal pessoa na sua vida e que, por isso, merece o seu respeito.

Não dispense ajuda

É comum também que, em determinados momentos, você se sinta enfraquecido e precise de apoio externo, como de amigos, familiares ou um namorado, o que não deve ser visto como um problema ou mesmo um desvio nos seus planos.

Pedir ajuda a alguém de sua confiança pode ser muito importante ao longo do caminho, mas existem alguns limites a ser respeitados para evitar certos riscos, como o de ficar se sentindo cobrado pela outra pessoa e acabar desistindo das promessas de Ano Novo em função da pressão.

Compartilhar as decisões mais importantes no planejamento da vida pode ajudá-lo a se manter firme no propósito. Por outro lado, pode trazer críticas e julgamentos que, além de desagradáveis, são totalmente desnecessários na sua caminhada.

E aí, já sabe como fazer do novo ano um tempo de mudanças? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
ano novo
simpatias
metas
motivação

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ