Motivação

03/08/2015 06:00 - Atualizado em 29/12/2016 08:15

Paizão octogenário: Conheça a vida saudável que Sydnei adquiriu ao longo da vida

Em homenagem ao Dia dos Pais, conheça seu Sydnei. Há mais de 30 anos, ele mudou sua alimentação para ajudar a filha.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O Dia dos Pais é um momento especial para cultivar o carinho com o seu, e para homenageá-lo, a fonoaudióloga Fernanda Souza resolveu contar a história de Sydnei. Na juventude, o bancário aposentado passou por crises de depressão e hoje, aos 82 anos, prática exercícios e esbanja muito saúde. Confira a história abaixo e se emocione!

Como está sua saúde emocional? Faça o teste.


Seu Sydnei e a esposa Amélia, ambos com 82 anos. (foto: arquivo pessoal)A fonoaudióloga
Fernanda de Oliveira Souza, de 51 anos, considera o paizão Sydnei o seu maior exemplo, e não é por menos, aos 82 anos, o bancário aposentado não deixa um dia de praticar exercícios físicos. A rotina de seu Sydnei serve de reflexão para muitos jovens sedentários: ele acorda cedo, toma um copo de leite com torradas e parte para a corrida matinal. Se hoje a vida do paulistano é saudável, antigamente a situação era bem diferente.

Há mais de 30 anos, Sydnei tinha uma vida ativa, jogava futebol com os amigos, se divertia, mas ao mesmo tempo consumia muita gordura, fumava e bebia bastante, além de ter uma vida profissional extremamente estressante. A série de fatores o levou para depressão. “Devido à pressão do banco, ele chegou a precisar de um tratamento psicológico”, confessa Fernanda.

Após superar o momento de crise, Sydnei começou a se preocupar com a obesidade da caçula Flávia, na época ainda adolescente. Com o objetivo de ajudar no emagrecimento da filha, o bancário também decidiu mudar seus hábitos. “Eles começaram a ir em médicos, a fazer dietas juntos e praticar exercícios. Ela não levava o tratamento com seriedade e engordou tudo novamente, mas ele continuou firme. Inspirado, entrou numa academia e a consumir alimentos naturais. Hoje ele almoça em restaurante porque come pouco, de fato não compensa fazer comida em casa”, analisa Fernanda.

Saiba Mais
Conheça Léo Denir, 69 anos, ciclista após infarto e duas cirurgias no coração
Conheça Luiz que mudou hábitos de saúde pela vida do sobrinho
Conheça a história de Sara, do câncer de tireóide ao maratonismo

“Meu pai é o meu maior exemplo”

Com uma vida ativa aos 82 anos, o pai de quatro filhos se orgulha da conquista pessoal ao longo
desses anos e se comove ao falar da sua perseverança. “Sou muito organizado em tudo no meu dia a dia. O mais legal é ver que as pessoas elogiam e dizem que não aparento a minha idade. Se quiserem ter uma boa qualidade de vida, exercitem-se”, aconselha Sydnei.  

Para Fernanda, o paizão octogenário com tudo em cima é grande motivo de orgulho. “Ele persiste em tudo. Uma característica importante é que após cumprir um objetivo, ele não abandona o resto. Meu pai é o meu maior exemplo”, conta. 

Gostou da história de superação de Sydnei? Deixe seu comentário, e curta nossa página no Facebook.

TAGS
superação
história de superação
Dia dos Pais
alimentação

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ