Motivação

03/07/2015 09:17 - Atualizado em 30/11/2016 12:43

Músicas para malhar: Monte a playlist certa para o seu exercício

O ritmo da canção pode influenciar no desempenho do atleta e alguns estilos musicais são mais eficazes.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Musculação, pilates, aeróbico ou yoga. Qual é o seu estilo de atividade física? Independentemente da sua escolha, as músicas para malhar provavelmente estão presentes durante a sua rotina de exercícios.

Desde o rock mais pesado até uma tranquila MPB, o estilo musical pode fazer a diferença no seu desempenho. Além de ser mais prazeroso, estudos comprovam que as músicas para malhar podem dar mais gás ao treino e potencializar resultados.

musicas para malhar

Como a música influencia no treino

O artigo “The psychophysical effects of music in sport and exercise: A review”, publicado no Journal of Sport Behavior, revelou dados de uma pesquisa conduzida por Costas Karageorghis e Peter C. Terry.

Os autores afirmam que a música pode evitar problemas de concentração e fadiga. Ou seja, o som contribui para que o atleta não foque no seu cansaço ou no esgotamento tão rapidamente quanto se estivesse se exercitando em silêncio.

Além disso, o estilo musical também influencia muito nos resultados. Segundo estudo de Karageorghis e Terry, o ritmo da música para melhores resultados deve ser entre 120 e 140 batidas por minuto (BPM). Esse é o andamento mais comum das músicas comerciais, além de muitas canções de rock.

Essa batida corresponde à frequência cardíaca média de uma pessoa durante um exercício normal. Algumas músicas que seguem esse ritmo são:

- Umbrella (Rihanna)

- Drop It Like It's Hot (Snoop Dogg)

- The Heat Is On (Glenn Frey).

- Pound The Alarm (Nicki Minaj)

- Wake Me Up (Avicii).

Os estudos mostram que, se a música possui essa batida, o estilo musical não interfere muito nos resultados. Ou seja, do metal ao sertanejo, o que realmente influencia é o BPM, pois ele tende a estimular a área motora do cérebro.

Em outra pesquisa, realizada na Bélgica, os pesquisadores descobriram que músicas para malhar mais simples e previsíveis encorajam movimentos mais enérgicos que canções complexas e expressivas, como é o caso da música clássica.

Os gêneros, segundo os pesquisadores, que podem aumentar o desempenho no treino são pop e techno. Já o reggae e o jazz não inspiram movimentos tão vigorosos.

As músicas para malhar para da exercício

Mesmo que o pop ou a batida eletrônica sejam muito populares em academias, o exercício escolhido é preciso ser levado em conta. Se você está correndo na esteira, as músicas para malhar podem ser mais agitadas, inspirando você a ir mais longe.

Já se a sua escolha é a yoga, uma música calma e tranquila contribuirá para maior concentração. Atualmente, canções ocidentais já aparecem nas aulas, mas a música tradicional indiana ainda é um dos grandes trunfos para alcançar a paz interior. Além delas, sons da natureza também contribuem para maior relaxamento.

Outro ponto que pode contribuir para uma melhor perfomance são músicas para malhar com as quais você se identifica ou possui alguma lembrança. Segundo pesquisa publicada na US National Library of Medicine, em 2009, o cérebro canaliza essa memória e a transforma em uma forma de incentivo e inspiração, melhorando o desempenho físico.

Quais são as músicas para malhar que não podem faltar na sua playlist? O seu estilo musical favorito é aquele que lhe incentiva mais durante o treino? Conte para nós! E continue acompanhando as dicas de saúde e bem-estar do Vivo Mais Saudável.

TAGS
playlist
treino
canções
BPM

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ