Motivação

20/11/2014 05:40 - Atualizado em 01/12/2016 01:15

Escolhas da vida: Como não se arrepender e seguir em frente

Saiba como tomar decisões importantes sem medo de errar nas escolhas da vida.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você já deve ter ouvido ou mesmo pensado em uma autoanálise que as escolhas da vida são a vida em si. Afinal, mesmo as menores delas podem influenciar toda uma série de acontecimentos ou até mesmo o rumo dos nossos dias. É sempre uma opção entre o não ou o sim, assumir ou não uma responsabilidade, começar ou terminar um relacionamento, mudar ou não de cidade ou de país, e assim a vida segue.

O sucesso, o êxito e a felicidade são constantemente ligados a tomar a decisão correta. Mas como identificá-la, principalmente em momentos de crise, de desespero, onde tudo parece tão incerto?

escolhas-da-vida

Como acertar nas escolhas da vida

Nessas horas, o ideal é focar justamente no poder de determinar as escolhas da vida. Viver é uma sequência de momentos em que se deve optar entre duas ou mais alternativas e outros nos quais se deve lidar com as consequências das opções.

Fazer escolhas deve ser, antes de tudo, olhar para dentro de si mesmo, perder o medo do desconhecido, analisar os riscos presentes até nos benefícios e identificar as oportunidades futuras que podem decorrer de cada alternativa.

Além disso, é importante colocar as possibilidades na balança, equilibradas também com as dúvidas e as inseguranças. Isso pode ajudar a não se arrepender da escolha feita, ainda que à primeira vista pareça tão difícil.

Uma alternativa é lembrar que as escolhas da vida são, por outro lado, renúncias. Às vezes, a decisão pode ser facilitada, nos casos raros em que se deve optar entre um caminho cheio de obstáculos e outro menos tortuoso e mais agradável. A grande dificuldade está mesmo em optar entre duas alternativas complicadas.

Não se arrepender das escolhas da vida

Para que não causem arrependimentos, as escolhas da vida devem estar, primeiramente, em sintonia com os valores e desejos de cada um. Nesse sentido, alguns estudos já indicaram a tendência de três tipos de comportamento mais comuns:

O primeiro padrão é de pessoas mais ligadas ao passado, que mesmo no momento de fazer escolhas da vida pensam em erros anteriores. Assim, com medo de repeti-los, buscam dar às suas decisões um sentido completamente diferente, o que nem sempre é tão vantajoso e muito menos garante que não se cometa enganos novamente.

Também existem aqueles exclusivamente voltados para o futuro, que muitas vezes deixam viver o presente e acabam tomando decisões precipitadas ou ainda retardando algumas opções por excesso de ilusão ou de cautela.

Os sortudos, ou pelo menos mais sensatos e que tendem a alcançar mais sucesso em suas decisões, são as pessoas que buscam se concentrar na realidade. A motivação está em ser mais feliz.

Por isso, elas conseguem desfrutar verdadeiramente cada momento, pensando sobre cada alternativa sem deixar de buscar não repetir os mesmos erros do passado, mas também entendendo a necessidade da escolha para importantes questões do futuro.

Por fim, a dica clichê de ser honesto consigo mesmo acaba sendo a mais certeira. Desse modo, estar em dia com sua espiritualidade e autoconhecimento, procurando sintonizar os passos dados com as necessidades e anseios pessoais, acaba sendo a melhor forma de não se arrepender de pelo menos boa parte das escolhas da vida.

Gosta das nossas dicas? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
motivação
sucesso profissional
carreira
vida pessoal

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ