Motivação

08/03/2016 01:00 - Atualizado em 28/11/2016 11:02

É possível aprender a ler mais rápido? Conheça a leitura dinâmica

Uma leitura excessivamente rápida pode prejudicar a compreensão do texto.

POR

Redação

  • +A
  • -A

É um problema principalmente para os estudantes universitários que, além dos estudos, cumprem uma jornada diária de trabalho: muita leitura e pouco tempo. Como abandonar o emprego não é uma opção razoável, muitos tentam aprender a ler mais rápido.

Esse desejo não é exclusivo de estudantes. Pessoas com todo tipo de ocupação e que adoram livros geralmente querem aumentar a sua marca anual de leitura. Para alcançar esse objetivo, há até quem tente cursos de leitura dinâmica.

É possível ler mais rápido?

Sempre é possível aprender a ler mais rápido, ou seja, melhorar o seu ritmo de leitura. Mas é importante lembrar que, com a velocidade, você perde um pouco o poder de compreensão. Aí vai depender do seu objetivo.

Em textos complementares para os estudos, por exemplo, é normal não reter 100% da informação. Mas, quando você aprecia uma obra de Guimarães Rosa, por exemplo, passar voando pelas páginas pode ser um grande desperdício, pois lhe escapa a poesia de cada frase.

Aqui vale diferenciar também o que se chama de leitura dinâmica de simplesmente se tornar um leitor mais eficiente. A conclusão é que, até certo ponto, aprender a ler mais rápido é indiscutivelmente bom, porque você poderá absorver mais conhecimento em menos tempo.

mulher que quer aprender a ler mais rápido lê livro

Como aprender a ler mais rápido

Feito o adendo, vamos ao que interessa. Confira, abaixo, seis dicas para aprender a ler mais rápido.

1. Use todo o tempo livre

Se o seu objetivo é ler mais livros em uma semana, não importa se aumentando o ritmo ou não, uma boa dica é aproveitar cada fragmento de tempo livre que tiver. Está aguardando ser atendido em uma consulta médica? Leia. Pegou um ônibus que demora apenas 15 minutos para chegar ao destino? Aproveite e leia mais um pouco.

2. Recorra ao e-reader

Um aparelho como o Kindle ou o Kobo facilita o trabalho de quem precisa ler muito. Leve e prático, ele não apresentará problemas para você continuar a leitura em qualquer lugar e em qualquer posição, podendo ainda virar as páginas rapidamente.

3. Faça exercícios

Quando você pratica uma atividade física, estimula a oxigenação cerebral. Portanto, se você se dedicar a uma sessão de leitura logo após uma corrida, estará mais concentrado e com o raciocínio mais ágil.

4. Não vocalize

Não pronuncie as palavras que estiver lendo, nem na própria cabeça. Acostume-se a associar a leitura da palavra ao seu significado sem precisar imaginar a sua pronúncia, pois a visão é muito mais rápida que a fala.

5. Leia blocos de palavras

Um leitor veloz não foca em palavra por palavra, mas sim em grupos de palavras, frases ou até linhas inteiras. Você não apreciará a escolha que o autor fez por cada termo, mas será mais ágil. Se você está procurando uma informação específica em um texto, a dica é correr o olho pelas frases procurando a palavra-chave.

6. Guie a leitura

A última dica é uma das técnicas mais conhecidas, que tem como objetivo diminuir as distrações. É muito simples: use o dedo ou uma caneta para percorrer as linhas, guiando o seu olho e focando a sua atenção. Você também pode cobrir as linhas que acabou de ler com uma folha, para evitar que seus olhos voltem para o texto já superado.

As dicas foram úteis? Escreva um comentário abaixo contando se elas tiveram resultado e em quanto tempo você leu esse texto! Não se esqueça de compartilhar o artigo com seus seguidores nas redes sociais e de acompanhar outras novidades de bem-estar aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
estudos
agilidade mental
raciocínio
literatura

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ