Motivação

17/12/2014 08:47 - Atualizado em 15/12/2016 10:35

Demissão: Como recomeçar após perder o emprego

Diante da demissão, reagir como profissional é essencial para superar o problema e recomeçar.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Após quase 30 anos de casa, Maria da Graça Xuxa Meneghel, a Xuxa, não terá seu contrato renovado como funcionária da Rede Globo em 2015. Além de surpreender os espectadores e boa parte das pessoas que trabalham com a mídia televisiva, o anúncio trouxe à tona a discussão: como lidar com a demissão, em especial quando ela é inesperada?

Reflexão na demissão

demissao

Aconteceu com a Rainha dos Baixinhos, mas ninguém está livre: após ser demitido, é inevitável sentir a moral abalada e perder um pouco da autoestima. Afinal, você foi preterido pela empresa em que trabalhava.

No entanto, é preciso compreender esse processo da perspectiva correta: você, como pessoa, não sofreu rejeição - foi o seu trabalho que não correspondeu às expectativas.

A mudança de quadro é sutil, mas decisiva. Implica entender que, como profissional, sempre há espaço para melhorar e se aperfeiçoar.

Buscar conhecimento e manter-se atualizado são exigências do mercado de trabalho nos dias atuais. Talvez a demissão funcione como o gatilho para a renovação pessoal da qual você estava precisando.

Lidar com o problema de forma profissional, entendendo os motivos que levaram a empresa a demiti-lo, é uma atitude madura e digna de alguém capaz de aprender com os próprios erros. Não se vitimize, erga a cabeça e procure assumir o controle do seu destino. Temos certeza que o mercado tem espaço para pessoas obstinadas e que buscam a qualificação constante - seja do lado de cá ou de lá da televisão.

5 atitudes para lidar com a demissão

A seguir, reunimos algumas orientações para facilitar no processo de recomeço após uma demissão. Confira:

1. Entenda os motivos

O primeiro passo deve ser tomado, de preferência, no momento da demissão, durante a entrevista com o gestor que foi o porta-voz da notícia. Nenhuma empresa demite sem motivos. Sem perder a humildade, questione e procure entender as razões que levaram a empresa a abrir mão de seu trabalho. Descobrir os defeitos é o primeiro passo para corrigi-los no futuro. No caso de Xuxa, os baixos índices de audiência foram o estopim para a decisão da emissora.

2. Não aja por impulso

Evite a todo custo as reações impulsivas, como choro ou discussões. O mercado de trabalho é volátil e dinâmico: você nunca sabe quando reencontrará seu chefe. Aceite a decisão com maturidade, agradeça pela oportunidade e mantenha as portas abertas para possíveis contatos profissionais. Você será lembrado pela elegância.

demissão

3. Economize

Se você foi demitido de um emprego em que trabalhava com carteira assinada, o seguro-desemprego e a indenização de 40% do FGTS devem sustentar suas finanças por algum tempo. De qualquer forma, ficar desempregado exige economia: trace um panorama com os seus custos e elimine tudo aquilo que não é essencial. Sacrifícios hoje garantirão a sua sobrevivência financeira no futuro.

4. Qualifique-se

Aproveite o tempo livre para estudar e qualificar o seu perfil como profissional. Pode ser o momento de aprender outro idioma ou prestar aquele curso que você estava desejando há tempos. Atualmente, há uma excelente variedade de conteúdos gratuitos à disposição na internet. Mexa-se!

5. Atualize o currículo

Antes de encaminhar o currículo para os recrutadores, atualize-o com suas últimas incumbências profissionais. Reúna informações sobre projetos dos quais participou e melhore a descrição do seu perfil. Depois disso, é hora de buscar contatos, consultar empresas de recrutamento e participar de processos seletivos. Boa sorte!

Gostou das dicas? Foque no seu bem-estar! Deixe um comentário e não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
emprego
trabalho
carreira
profissão

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ