Motivação

09/01/2016 05:00 - Atualizado em 29/11/2016 08:24

Como escolher entre cachorro grande e pequeno

Cachorro de grande porte exige mais espaço e tem manutenção mais cara.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Que os cães são os melhores amigos do homem, todos sabem. No entanto, uma pesquisa da Universidade Azabu, no Japão, acaba de comprovar que o olhar entre o dono e seu pet é capaz de liberar o hormônio responsável pela felicidade: a ocitocina. Seja o cachorro grande ou pequeno, o instinto despertado por essa relação pode ser comparado com o de mãe e filho.

No estudo japonês, os cientistas ainda estudaram a função da ocitocina. Essa substância trabalha como um neurotransmissor, auxiliando no estreitamento de laços afetivos e estabelecimento da confiança. Assim, os cães são comprovadamente apegados aos seus humanos, construindo uma relação amorosa e de reconhecimento. Saiba como escolher o cãozinho ideal para se tornar seu companheiro.

Espaço para o cachorro grande

Sua casa deve estar apta a acomodar um cachorro. Grande ou pequeno, ele será mais um ser a utilizar o ambiente e, por isso, precisa de um espaço para ele. Em apartamentos, por exemplo, é bastante complicado acomodar um beagle ou um boxer, cães que crescem rápido e possuem alto nível de energia.

Saiba Mais
Os cachorros podem transmitir o ebola? Entenda os riscos
Donos de cachorro agem como se fossem 10 anos mais jovens
Como socorrer uma vítima de mordida de cachorro

Um cachorro grande precisa de ar livre e espaço disponível para correr e brincar. Golden retriever, pastor alemão, labrador e rotweiller, por exemplo, são raças que não ficariam felizes presas dentro de um local fechado, sem grama ou pátio.

Já os pequenos chihuahua, pinscher, lulu da pomerânia e yorkshire são ideais para se ter dentro de casa. Bastante dispostos, eles guardam o lar e seu dono. São amorosos e geralmente se dão bem com crianças e idosos.

Caso você tenha preferência por um cachorro grande, mas não disponha do espaço necessário para acomodá-lo, o ideal é adaptar o ambiente doméstico. Separe um quarto da casa para o animal, cerque as sacadas e deixe sempre o apartamento arejado. Ensine o animal a fazer suas necessidades fisiológicas em um local específico e faça convênio com um pet shop para os banhos.

Cachorro grande

Gastos com o cachorro

Antes de ter um cachorro grande ou pequeno, lembre-se de que ele vive bem menos que os humanos. Em média, a vida de um cão tem expectativa de 12 a 15 anos. Descubra as particularidades da raça que pretende adotar, conhecendo suas necessidades e qual a melhor forma de criar seu companheiro.

Cães também precisam de comida, vacinação, vermífugos, abrigos, banhos, consultas veterinárias e prática de exercícios físicos. Lembre-se de que, quando você opta por um cachorro grande, os gastos são maiores, pois vacinas são dosadas por quilo e quanto maior o porte, maior o consumo de ração.

Além dos cuidados físicos, é preciso estar atento também à saúde mental dos cachorros. Eles necessitam de atenção, carinho, cuidado e brincadeiras. Quando se sentem solitários, podem entrar em depressão.

Da mesma forma, não os deixe andarem sozinhos na rua, pois podem se perder. Para se prevenir, dote-o de uma coleira de identificação para emergências. Caso eles façam cocô no caminho, junte as fezes, ponha em um saco plástico e descarte da maneira correta.

O banho e a tosa são as principais formas de higienização dos cães. Quando grandes, é necessário abrir mão de um pouco mais de dinheiro, afinal o gasto com shampoos, sabonetes e corte de pelos é maior.

De qualquer forma, seu novo amigo certamente vai animar o lar e trazer muita alegria para a casa. E você, já tem um cachorro? Deixe seu comentário e siga curtindo as dicas de bem-estar do Vivo Mais Saudável.

TAGS
cachorro
bem-estar
qualidade de vida

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ