Motivação

28/01/2016 12:00 - Atualizado em 08/12/2016 07:06

Boato no trabalho? Saiba como agir de forma profissional

Fofocas e mentiras podem se espalhar pelos mais diversos motivos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Lidar com um boato nem sempre é fácil, especialmente no ambiente corporativo. Fofocas podem comprometer o desempenho e o ânimo dos colegas, podendo causar até mesmo problemas mais sérios com a empresa. Por isso, é preciso enfrentar a situação de maneira profissional.

Uma pesquisa realizada pelo Núcleo Brasileiros de Estágios (Nube) revela que o perfil mais mal visto pelos colaboradores é justamente o dos fofoqueiros, com 27,43% das respostas. Em segundo lugar, vêm os "enrolados" (27,30%), seguidos pelos ranzinzas (22,75%).

colegas de trabalho riem de boato

Como lidar com um boato no trabalho

"Vou contar uma coisa, mas não diga para ninguém": você já deve ter ouvido algum colega falar isso. É justamente assim que um boato pode se espalhar. A forma de agir dirá muito sobre você como profissional e como pessoa, então é preciso estar de cabeça fria.

Caso a fofoca seja sobre você mesmo, vá fundo para descobrir da onde surgiram esses comentários. É importante saber se a informação é verdadeira, por que ela foi espalhada e com qual intenção.

Depois de checar os fatos e de verificar quem começou a confusão, conversar com a pessoa é uma boa saída. Evidentemente, o encontro deve ser pacífico. Questione os motivos para o colega ter espalhado o boato e esclareça qualquer mal-entendido.

Num ambiente de trabalho, cada um deve tomar consciência de que existem indivíduos de caráter duvidoso, que podem soltar um veneninho pelo simples desejo de causar intrigas e desconfortos, ou então para tirar vantagens da situação.

Se o problema não se resolver apenas com uma conversa, o caminho mais certeiro é procurar o departamento de Recursos Humanos da empresa. Lá, você poderá relatar o que está acontecendo e deixar que a empresa resolva a situação de acordo com as diretrizes corporativas.

Além disso, dependendo do teor dos comentários, é possível, ainda, mover uma ação judicial contra o emissor por difamação ou calúnia.

Saiba Mais
Prepare-se para um dia de trabalho com a meditação matinal
DORT: Esforço repetitivo no trabalho causa distúrbios
Mulheres no mercado de trabalho ainda enfrentam obstáculos

Ouviu fofoca? Não espalhe

Ter um colega fofoqueiro não é uma escolha e, por isso, é preciso aprender a lidar com esse perfil de profissional. Para eliminar boatos e diminuir as intrigas dentro do local de trabalho, é importante que os comentários e os segredinhos não sejam repassados.

Caso algum colega lhe chame e conte algo, procure agir de maneira natural, sem fazer muitas perguntas sobre o assunto. Aos poucos, desvie a conversa para outro tópico.

Diante desse comportamento, aquele colega que adora fofocar vai acabar perdendo o hábito, pois saberá que você não dá importância para essas questões. Por isso, evite mostrar interesse e não dispare comentários indiscretos, também.

Envolver-se num boato pode comprometer a sua imagem frente a seus chefes e seus colegas de trabalho, tornando o ambiente corporativo pesado e ruim. Portanto, converse sobre assuntos triviais ou profissionais e evite sempre enveredar sobre a vida alheia.

Você já foi vítima de boato? O que você fez para resolver a situação? Deixe um comentário! E continue acompanhando as dicas de saúde e bem-estar do Vivo Mais Saudável.

TAGS
fofoca
intriga
clima organizacional
ambiente corporativo

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ