Motivação

08/09/2015 01:14 - Atualizado em 06/12/2016 05:19

Astrologia: Entenda como os astros interferem na sua vida

As previsões a partir do movimento dos planetas movem a crença de muitas pessoas.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você é daqueles que conferem o horóscopo todos os dias antes de sair de casa? Por mais que muitos não admitam, a astrologia é intrigante. Ela usa os astros para tentar definir o que está por vir no futuro e os acertos, quando ocorrem, são o principal motivo para que existam tantos crentes e estudiosos do tema.

Entretanto, há também aqueles que desconfiam da atividade, ou mesmo não fazem a menor ideia do seu sol, lua ou ascendente de signo. Entenda por que as pessoas se deixam afetar pela movimentação dos astros.

mapas de astrologia

O que é a astrologia?

A palavra vem do grego "astro", que significa estrelas, e "logos", que representa a palavra. Ou seja, as previsões nada mais são que a mensagem que os corpos celestes tentam nos dizer.

Por algum tempo, astrologia e astronomia - "lei das estrelas" - eram conceitos intercambiáveis. Quem estudava um também entendia e praticava o outro. Porém, desde o final do século 17, os dois ramos do conhecimento são separados.

Atualmente, astronomia é a ciência que estuda o Universo com base em regras matemáticas. Tal premissa representa o contrário da astrologia. Ou seja, a ciência não aceita a ideia de que os planetas possam ter qualquer relação com o que acontece em nossas vidas.

Popularidade e autenticidade da astrologia

Autêntica ou não, ela é imensamente popular. No Ocidente, cerca de uma em cada quatro pessoas acredita no poder dos astros sobre duas vidas. Em 2012, uma pesquisa da Fundação Nacional de Ciência dos Estados Unidos apontou que metade dos americanos afirmava acreditar que a astrologia tinha base científica.

Em 2001, na Universidade Sorbonne Paris, na França, Michel Meffesoli, orientador do doutorado da astróloga francesa Elisabeth Tessier, disse que a astrologia não é uma ciência, mas um fato social.

O estudo astrológico não incorpora as teorias científicas. Toma-se a Terra como centro do Zodíaco e a definição dos signos se baseia no calendário. Isso ignora, por exemplo, o eixo de rotação do planeta. Como a posição dos astros em relação ao mundo muda conforme o tempo passa, teoricamente os signos também deveriam acompanhar essas mudanças.

Então, por que há tantos crentes no esoterismo, se ele não possui base científica? Na contramão do que você pode estar pensando, quem acredita na influência dos astros em sua vida não é necessariamente desinformado, mas apenas possui a crença em algo além da ciência, como a paranormalidade, por exemplo.

Saiba Mais
Conheça 3 terapias indicadas para vencer o medo
Saiba quais são os signos mais ciumentos do zodíaco
Dê uma força para a sua sorte com estas dicas

Seja você supersticioso ou cético, todos nós temos uma pontinha de curiosidade sobre o futuro, exatamente por ele ser tão incerto. Prever o que o destino reserva é uma vontade humana, por isso os horóscopos são diários e atendem a todos os signos.

A tentativa de conhecer o que está por vir pode mascarar uma angústia frente ao desconhecido, fazendo com que você deseje saber como se preparar para o amanhã. Porém, o fato é que nem sempre se pode comandar a situação.

Você acredita em horóscopo? Deixe seu comentário! E aproveite para conferir as dicas de bem-estar e qualidade de vida do Vivo Mais Saudável.

TAGS
zodíaco
horóscopo
signos
futuro

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ