Amor e Sexo

12/01/2015 07:39 - Atualizado em 07/12/2016 06:24

Voyeurismo: Entenda o prazer em observar as pessoas

Voyeurismo explica o grande sucesso de alguns programas de televisão.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Quantas vezes você já criticou ou ouviu críticas à pessoas que se interessam pelo que acontece na vida alheia? Fofoqueiros, como são popularmente chamadas, essas pessoas sentem um imenso prazer em observar o que as outras pessoas fazem nessa rotina. Mas tamanho interesse pode ser causado pelo voyeurismo, um padrão de comportamento sexual que encontra prazer nas atitudes das outras pessoas.

Voyeurismo

O voyeurismo e a sociedade

O voyeurismo é quase tão antigo quanto a humanidade. O desejo de saber o que o outro está fazendo, como ele se porta ao cumprir sua rotina diária, observar as ações e as reações de quem nos cerca é algo que está muito presente no cotidiano das pessoas. Esse prazer em saber da vida alheia é o que alimenta grande parte da indústria midiática que nos cerca.

O gosto dos brasileiros pelas novelas, por exemplo, está alicerçado no desejo de acompanhar, de forma completa, a rotina e os acontecimentos que cercam as vidas de pessoas tão comuns quanto qualquer outra. Mesmo sabendo que não é nada além de uma produção ficcional, a vontade de observar o outro é maior. Não é à toa que muitas pessoas tratam os personagens como pessoas reais.

O sucesso de reality show é a forma mais explícita dessa tendência natural ao voyeurismo que a população brasileira possui. O Big Brother Brasil, o mais famoso programa do tipo, chega à sua 15ª edição em 2015, provando que o público gosta mesmo de observar e acompanhar outras pessoas realizando atividades cotidianas, como tomar banho, cozinhar, malhar e atividades do gênero.

Algumas enquetes realizadas por sites de pesquisa na internet, apontam que a população brasileira está consciente de que o voyeurismo é um dos principais motores do sucesso do reality show. O apelo sexual representado pelos trajes que os participantes utilizam, como sungas e biquínis, além da exposição de momentos como troca de roupas e banhos de piscina, trazem à tona o erotismo do tema.

Voyeurismo nas relações

O voyeurismo é, na verdade, uma parafilia, um padrão de comportamento sexual, muito parecido com um fetiche. A pessoa que é considerada um voyeur gosta de observar as outras pessoas realizando suas atividades rotineiras. Gosta também de ser observado, já que o exibicionismo é uma parafilia muito próxima a essa e, geralmente, o voyeur procura um exibicionista como parceiro, unindo os gostos.

Outro ponto que costuma agradar os voyeurs é observar outros casais durante o ato sexual. O prazer sexual dessas pessoas está muito mais ligado ao fato de ver outras pessoas sentindo e dando prazer umas às outras, do que na penetração e na própria relação sexual. Essa é a condição básica para que um fetiche se torne uma parafilia ou um padrão comportamental: aquele desejo de estar acima dos demais.

Muitas vezes, o voyeur sofre dificuldades em manter a estabilidade de um relacionamento com um parceiro. Isso porque o desejo de observar os outros não se resume a uma única pessoa. O voyeurismo é a vontade de ver pessoas diferentes, geralmente desconhecidas. O fato é que, nessa situação, não há a intenção ou a atitude com relação a quem está sendo observado, apenas o desejo.

Só que nem sempre os parceiros conseguem compreender isso, o que acaba complicando a convivência entre o casal. Muitos acham que observar outras pessoas que não fazem parte daquele relacionamento é uma forma de traição. Quando, na verdade, é algo que o voyeur não consegue controlar. Faz parte da sua personalidade e foge ao seu controle.

Gosta das nossas dicas de sexualidade? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
voyeur
relacionamento
bem-estar
sexo

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ