Amor e Sexo

30/01/2016 12:00 - Atualizado em 03/12/2016 08:48

Relacionamento complicado com a sogra? Conheça a solução

Viver com outros membros da família do cônjuge pode ser problemático.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O ditado popular já diz: quem casa quer casa. E quer uma casa só sua, sem a convivência com outros membros da família do cônjuge. Afinal, brigas e desentendimentos podem ser uma realidade. Saiba lidar com esse relacionamento complicado sem que a rotina acabe com o seu romance.

relacionamento complicado com a sogra

Relacionamento complicado é uma realidade

É aquela história: se em casa já temos nossos próprios conflitos, invadir o lar do outro e ter que conviver com as manias de toda uma família é algo com grandes chances de dar errado. E essa relação torta pode acabar respingando no casal. Mas como evitar que isso aconteça?

A primeira medida é estabelecer limites. Deixe claro o que você não quer que seja ultrapassado e também respeitar o espaço alheio. Claro que isso nem sempre é fácil, já que nem todas as famílias seguem esse código. Por isso, é importante conhecer bem o terreno onde você está pisando, tratando tudo com muita paciência, honestidade e amor.

Sim, lembre-se que essa família ama seu cônjuge e vice-versa. Mesmo que vocês possam mudar de casa logo, o vínculo vai permanecer, então não vale a pena criar uma inimizade. Além disso, é preciso manter uma conversa franca com o companheiro, que também pode ter suas próprias considerações em relação à família dele e à sua.

Um artigo da Associação Brasileira de Terapia Familiar cita que há inclusive fatores sociodemográficos influenciando nessa relação. Até mesmo o grau de instrução e a cultura pesam nesse delicado sistema. Quanto mais instruídas as noras, menos satisfeitas elas se sentem com o relacionamento com a sogra.

O certo, porém, é que os próprios autores relatam que quem casa não apenas quer casa, mas também casa com uma família junto. Para que minimizar esse relacionamento complicado, os especialistas indicam que o posicionamento do marido influencia muito, sendo determinante para o sucesso desse "casamento" extra.

Saiba Mais
Dicas de relacionamento: Saiba como ser feliz a dois
Dia do Sogro: Celebre a data e conquiste a harmonia familiar
Comportamento infantil é reflexo do ambiente familiar

Distanciamento pode ser saudável

Ocorre que muitas vezes a relação acontece de maneira forçada, pela falta de dinheiro de um ou dos dois cônjuges. Às vezes, é o casal que ainda precisa do apoio familiar, outras vezes ele se torna o provedor de algum parente. Em ambas as situações, essa relação será difícil. Os especialistas, então, indicam a necessidade de um distanciamento saudável.

Isso diz respeito à formação e ao fortalecimento do novo núcleo familiar que é o casal. Trata-se de um novo pertencimento. Do contrário, podem surgir sensações como a mãe achar que teve seu filho "roubado", criando competições e críticas desnecessárias. É preciso entender que os papéis são diferentes.

A chegada dos filhos pode ser outro momento-chave desse relacionamento complicado, já que as famílias - e as sogras, principalmente - tendem a querer colaborar mais do que a mãe da criança gostaria. Novamente, podem entrar em cheque as questões financeiras.

Vale lembrar que a convivência nem sempre é negativa. Há vários ganhos possíveis com a proximidade dos familiares, também. Deve-se tentar equacionar esse relacionamento para tirar o melhor proveito e viver de forma harmoniosa, já que simples ele não é. O objetivo é não acabar prejudicando o casal e a nova família que irá se formar.

Tem alguma dica para manter esse distanciamento saudável? Deixe um comentário! E aproveite para conferir outras dicas de amor e sexo aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
casamento
vida a dois
familiares
comportamento

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ