Amor e Sexo

27/11/2014 08:22 - Atualizado em 07/12/2016 06:11

Relacionamento aberto: Veja como a prática pode dar certo

Relacionamento aberto pode funcionar, desde que seja cercado por alguns limites.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você já ouviu falar em relacionamento aberto? Esse tipo de relação, que se torna cada vez mais comum, é baseada na afetividade e não obedece às regras tradicionais da monogamia, ou seja, os parceiros não cobram exclusividade. Mas isso não significa que não haja regras.

O que é um relacionamento aberto

Não há como escolher regras ou características específicas para definir um relacionamento aberto. Justamente por serem tão liberais e nada convencionais, essas relações se formam conforme os desejos e necessidades de cada casal. As regras são criadas entre os componentes do relacionamento, baseadas em seus princípios e valores.

relacionamento-aberto

Muito mais dos que os relacionamentos monogâmicos, esse tipo de relacionamento exige confiança e afetividade. Uma das coisas que é comum a maior parte dos relacionamentos abertos é a limitação ao envolvimento físico. Os componentes do casal não devem se envolver emocionalmente com outras pessoas, mas estão liberados a ter relações sexuais com terceiros.

Muitos casais que pregam a liberdade acima de qualquer coisa optam pelo relacionamento aberto. Para eles, essa relação é um sinônimo do amor livre. O sentimento é tão intenso quanto em um namoro convencional, mas se surge a oportunidade de ficar com alguém que seja interessante, a chance não deve passar em branco.

O que é proibido em um relacionamento aberto é a falta de regras. Para que ele funcione, o casal precisa estabelecer alguns limites. Normalmente as ideias de restrições partem das mulheres, que tendem a ser mais territorialistas. Regras muito comuns nesse tipo de relação são a proibição de ficar com amigos um do outro ou em lugares que os amigos em comum estejam.

E não pense que esses relacionamentos não são duradouros ou sólidos. Existem muitos casamentos que se construíram com base na ideia de amor livre. O filósofo francês Sartre e a escritora Simone de Beauvoir, por exemplo, foram casados por 50 anos e mantiveram a relação aberta até a morte do filósofo. Em uma famosa citação de Sartre, ele define o próprio casamento como “um amor necessário”.

Como fazer um relacionamento aberto dar certo

Sinceridade

A principal regra para que um relacionamento aberto funcione é a sinceridade. O parceiro precisa saber quando e onde você vai. Mostrar para ele que, mesmo que você saia com outras pessoas, é para ele que você se reporta e é com ele que você tem uma estabilidade faz com que a relação ganhe força. A transparência é fundamental nesse tipo de namoro ou casamento.

Declaração

O fato de estar em um relacionamento liberal não significa que não haja sentimento ou insegurança por parte dos parceiros. Você precisa reforçar sempre que, mesmo que haja contato físico com outras pessoas, é ele quem tem um espaço especial na sua vida e no seu coração. Afinal, ele é a parte principal desse relacionamento, os outros são apenas complementos.

Saúde

O respeito é a coisa mais importante que pode haver em uma relação aberta e não há melhor forma de respeitar um companheiro do que zelar pela saúde dele. Quando você tem mais de um parceiro sexual, usar preservativo é muito importante. Você pode ter contato com DSTs, bactérias e vírus, e não deve correr o risco de ser infectado ou passar para os demais parceiros.

Gosta das nossas dicas de relacionamento e bem-estar? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
relacionamento
amor
bem-estar

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ