Amor e Sexo

15/06/2014 09:00 - Atualizado em 03/12/2016 06:16

Orgasmo feminino não é mais tabu: veja como chegar lá

Orgasmo feminino pode ser mais simples do que você imagina.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Aí está um assunto de interesse de homens e mulheres. Elas querem sentir, e eles querem saber como fazê-las sentir. Independentemente da posição em que você se encontra, é bom saber um pouco da ciência por trás do orgasmo feminino.

A ciência do orgasmo feminino

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Apesar de ser uma das melhores sensações do mundo, o orgasmo não está presente na vida de todas as mulheres. Algumas pesquisas, inclusive, estimam que apenas 25% delas chegam lá. Não parece justo, né? Se esse for seu caso (ou o de sua companheira), saiba como reverter esse quadro com o que sabemos sobre o orgasmo feminino.

Antes do orgasmo feminino

Algumas observações podem ajudar a entender o orgasmo feminino:

Ondas de prazer

Se a mulher está relaxada, concentrada e tendo prazer, a tensão dos músculos na região genital, nas coxas e nas nádegas cresce até culminar em uma série de ondas de prazer em instantes, que é o orgasmo.

Contrações

Mais precisamente, o orgasmo é quando a vagina, o útero e o ânus se contraem em intervalos de 0,8 segundos, e esse momento pode durar entre 3 e 15 dessas contrações.

Masturbação

Durante a masturbação é quando a mulher se conhece e aprende o que lhe agrada. Se durante o sexo não é tão fácil atingir o orgasmo, tente uma posição mais semelhante àquela da masturbação. Você pode inclusive se tocar durante o sexo, já que várias posições de penetração permitem o acesso ao clitóris.

Orgasmo feminino: como chegar lá

Confira abaixo quatro dicas com o caminho do orgasmo feminino. Esperamos mesmo que você chegue lá:

Preliminares

As preliminares são essenciais para garantir a lubrificação da vagina e o fluxo de sangue no clitóris e nos lábios. À medida que a mulher vai se excitando, também ocorrem o estreitamento da parte inferior da vagina (para “segurar” melhor o pênis), o aumento dos batimentos cardíacos e o endurecimento dos mamilos. 

Clitóris

O clitóris tem o papel principal. Ele é ultrassensível, repleto de vasos sanguíneos que se enchem na excitação. Portanto, estimular o clitóris é essencial para atingir o orgasmo feminino, e isso pode ser feito de várias maneiras: com os dedos (do homem ou da própria mulher), com sucção (parceiro usando a boca), com a pressão do corpo (mais fácil se ela estiver em cima) ou até mesmo usando um vibrador (existem anéis penianos com minivibradores que estimulam o clitóris durante o sexo).

Kegel

É possível para algumas mulheres terem orgasmo sem estímulo do clitóris. Nesse caso, é melhor se dedicar ao estímulo do terço inferior da vagina, parte mais sensível. Exercícios Kegel consistem em contrações do musculo pélvico que ajudam no desempenho sexual e podem ser feitos diariamente, sentada ou em pé.

Mente

Pode ser divertido e importante explorar posições diferentes, mas, sem duvida, o fator vital para o orgasmo feminino é mental. Distrações e preocupações mantêm a cabeça em outro lugar e assim se torna quase impossível chegar lá. Se isso ocorre com você, pense que aquele é o momento de esquecer tudo e focar no parceiro. Não é hora de pensar em trabalho e muito menos de se preocupar com a barriga ou aquela celulitezinha no bumbum.

Agora que você conhece a teoria, é hora de deixar de lado os tabus e buscar o prazer. Se você tem alguma dúvida ou alguma experiência que possa ajudar outras pessoas deixe se comentário!

Leia mais:

Passo a passo: massagem erótica pode apimentar a relação

Fortalecer os músculos genitais pode dar mais prazer no sexo

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ