Amor e Sexo

31/12/2014 12:16 - Atualizado em 11/11/2016 09:24

Noivado prepara casal para casamento

Noivado evoluiu ao longo dos tempos, mas nunca saiu de moda.

POR

Redação

  • +A
  • -A

O casamento é uma das instituições mais antigas da sociedade, mas se modificou muito ao longo dos tempos. O noivado, um dos rituais que faz parte do processo de matrimônio, também já esteve em alta e em baixa diversas vezes, além de ter passados por transformações nas regras sociais que o regem. Tempo de duração e função do ato de noivar têm outra representação atualmente.

Noivado: O clássico é sempre moda

Até o século 18, o noivado era um contrato jurídico e religioso, criado e assinado pelos pais dos noivos, diante da igreja e da lei. Quem quebrava a promessa do casamento de um filho corria o risco de precisar devolver o dote recebido e os objetos de valor que era oferecidos ao casal. Em alguns casos, os pais eram excluídos da Igreja Católica durante três anos.

Noivado

Ficar noivo é algo sério. Por isso que o noivado nunca sai de moda. Ele é uma tradição, um clássico, faz parte do processo de casamento e merece toda a atenção que você der. Mesmo que o movimento hippie e feminista tenha causado uma baixa nos noivados na década de 1960, o ato de usar uma aliança na mão direita permaneceu.

Noivar é declarar a intenção de casar, construir uma família e dividir a vida com a pessoa escolhida. O noivado é uma passo a mais no relacionamento. Deixa de ser um namoro e adquire um caráter mais sério, mais formal. Ainda assim, perante a lei são solteiros e estão se acostumando ao fato de que passarão a trilhar um caminho juntos e, por isso, é menos sério do que um casamento.

Os contratos já não existem, o risco de perder o dote muito menos e tampouco o risco de ser excluído da igreja. Ficar noivo é um acordo e um compromisso firmado e selado entre as duas únicas pessoas que realmente importam nessa situação: os componentes do casal. São os namorados que precisam saber quando é hora de dar mais um passo e o quanto estão preparados para isso.

As regras do noivado de hoje

Apesar de os noivados não serem mais termos contratuais e de ele ter resistido ao tempo, as regras sociais que regem esse tipo de relação se modificaram com o passar dos anos. O ato de ficar noivo já adquiriu muitas representatividades diferentes ao longo do tempo e já mudou de durabilidade diversas vezes durante esses anos todos.

Hoje em dia, o noivado dura em média um ano. É o tempo necessário e ideal para que os noivos acostumem-se à ideia de dividir uma vida com alguém. É também o espaço de tempo suficiente para que o casal se organize, tanto com o casamento, como com os detalhes que farão parte do início da vida conjunta dos dois. Moradia, automóvel, emprego, contas e muitos detalhes.

Gosta das nossas dicas de bem-estar? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
casamento
relacionamento
amor
noivo

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ