Amor e Sexo

01/06/2015 05:57 - Atualizado em 13/10/2016 09:03

Ivone e Luiz Carlos: em casas separadas e muito felizes, obrigado

O casal namora há dez anos, mora separado e não pensa em juntar as escovas de dentes para a surpresa de familiares e amigos.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Ivone Pinheiro, de 54 anos, e Luiz Carlos Freitas, de 62, estão juntos há dez anos, mas em casas separadas. Morar separado foi uma opção para cada um manter seu estilo de vida próprio. Eles consideram que essa fórmula deixou o namoro mais saudável. Se você pensa em começar um relacionamento dessa forma, conheça primeiro essa história. Ivone não poupou detalhes e contou tudo para o Vivo Mais Saudável

Como está sua saúde emocional? Faça o teste.

A aposentada Ivone Pinheiro e o enfermeiro Luiz Carlos se conheceram em plena aula de dança de salão, em 2005, como ela mesma lembra. Depois da primeira dança, os dois engataram o namoro que dura até hoje, mas sem a expectativa de dividir gavetas. “Na empolgação já falamos em morar juntos, mas nunca colocamos em prática. Esse tipo de escolha, de morarmos separados, passou a ser uma exigência nossa, já que cada um pensa de forma diferente.", afirma Ivone.

Os dois residem na Ilha do Governador, zona norte do Rio de Janeiro, mas em ruas diferentes. O enfermeiro mora sozinho e Ivone com o filho Rodrigo, de 15 anos, que segundo ela, mantém uma relação bastante harmoniosa. “Eles se dão muito bem. O Luiz nunca assumiu o papel de pai, mas de camaradagem com respeito.”, ela conta.

E por que não morar juntos?

Tanto Ivone quanto Luiz já passaram por outros relacionamentos, morando junto, ela acredita ser este o motivo principal para o casal não conviver sob o mesmo teto. “Não moramos juntos por constatações de um casamento que já tive e também por observar relações de amigas minhas. Achei que essa seria a fórmula para uma união saudável de sucesso, e precisava de alguém que pensasse da mesma forma.", define Ivone. 

Embora o casal passe mais tempo com cada um em sua casa, eles não medem esforços para matar a saudade. "Nós não temos essa questão de marcar. Nos vemos quando estamos com vontade, sem obrigação.", ela afirma. E sobre ciúme, ainda confessa: "Não sou ciumenta por causa de mulher, mas cismada por algumas coisas. Às vezes, me incomoda a ausência de uma opinião firme quando preciso.", ressalta.

Não desista do seu amor. Saiba como seduzi-lo. 

“Minha mãe já me criticou”, comenta Ivone

Ivone disse que a mãe, de 84 anos, já a questionou sobre o modo de vida dela. “Por ela ter idade e ser conservadora, já me criticou e perguntou sobre um possível casamento. Os mais jovens se surpreendem. Durante uma viagem, fizemos amizade com outros casais e quando comentei sobre nós, eles falaram ‘Vocês coroas com esse pensamento’, nós achamos muita graça”, ela relembra.

Vista como um relação diferente das demais perante os amigos, Ivone acredita que o seu caso serve de inspiração para outros casais. “Já ouvi várias pessoas revelarem que gostariam de ter a mesma coragem que eu. Talvez já tenha passado pela cabeça delas, mas não colocaram em prática ou nunca viram algo desse tipo”, conclui. 

Gostou da história de Ivone e Luiz? Deixe seu comentário e compartilhe!

Também conheça as outras histórias e leia a entrevista da psicanalista Regina Navarro Lins no Especial Namorados

TAGS
namoro
casas separadas
dia dos namorados
romance
morar separado

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ