Amor e Sexo

25/02/2015 12:32 - Atualizado em 06/12/2016 04:53

Fantasias sexuais revelam traços ocultos da personalidade

As fantasias sexuais podem envolver submissão, cenários diferentes e acessórios.

POR

Redação

  • +A
  • -A

É praticamente um consenso entre os terapeutas e especialistas em sexualidade: fantasias sexuais são normais, naturais e revelam traços da personalidade. No entanto, colocá-las em prática é outra história. Tudo depende do local apropriado, das pessoas envolvidas e da oportunidade de tornar a situação uma realidade.

fantasias sexuais

Geralmente, as fantasias sexuais expressam algo reprimido, um sentimento que não pode ser declarado. Transar como uma prostituta, levar tapas durante o ato ou fazer sexo com dominação e submissão são alguns dos desejos mais comuns. Conheça alguns "sonhos sexuais" e saiba o que eles significam.

Fantasias sexuais revelam insegurança

Entre as fantasias sexuais, a dominação talvez seja a mais recorrente. Geralmente associada a relações conflituosas entre afeto e violência, carinho e agressão, ela começa a se desenvolver já na infância. O uso da força costuma excitar porque a pessoa não consegue suportar os carinhos e o “amor” durante o sexo.

Baixa autoestima e falta de confiança são algumas das causas que levam à necessidade de dominação, precisando que o outro se submeta para ter segurança. Realizar a fantasia pode ser benéfico quando permite liberar de forma saudável a força e o desejo de ser mais seguro de si.

Quando levar um tapinha não dói?

Uma lembrança de rejeição familiar ou amorosa, associar sexo com impureza, criação demasiadamente restrita em relação aos desejos da libido ou até mesmo fetiche masoquista de rebeldia podem levar à vontade de apanhar na cama.

São várias as explicações para quem gosta de levar uma "surra" durante o sexo. Há quem se sinta cuidado e protegido quando leva um tapa, ou quem queira sentir dor para ir mais fundo na relação. Os problemas começam se a violência física ou psíquica extrapolar o nível da fantasia. Combinado entre os dois, é até bom para apimentar a rotina.

Prostituta na cama

Mulheres gostam de fingir que são prostitutas na cama porque isso permite que se sintam mais sedutoras e livres para fazerem o que quiserem. Muitas vezes, são criadas para serem “boas moças” e mascaram isso nos ambientes familiar e profissional.

Na cama, assumem outra personalidade para conseguirem manter a ordem entre quem são na rua e quem são entre quatro paredes. Segundo psicólogos do Instituto Brasileiro Interdisciplinar de Sexologia e Medicina Psicossomática, as fantasias sexuais estão relacionadas a desejos que existem, mas que a ansiedade mantem sob controle com medo de que sejam errados.

É por isso que muitos homens também fantasiam com suas mulheres sendo prostitutas, pois assim podem se render ao sexo anal, o sexo oral com ejaculação e outros tabus sem sentirem culpa.

Fantasias sexuais com dominação são comuns

É um sonho que pode chocar muitos, mas especialistas que analisaram fantasias sexuais entre mulheres descobriram que a infância pode ter a ver com o desejo de sexo com força. A excitação proveniente da transa forçada pode aparecer após uma educação rígida, no que toca a assuntos sexuais.

Dessa forma, quando são supostamente forçadas ao ato, elas se isentam de culpa ou da responsabilidade porque “não puderam se recusar” a macular sua imagem de “moça de família”. Isso ocorre quando há associação do sexo com algo indecente e vulgar.

Porém, vale lembrar que isso se trata de um desejo particular, que só deve ser realizado se o casal estiver de comum acordo. Sexo forçado sem o consentimento da pessoa é crime.

Gostou das dicas de amor e sexo? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar por dentro de todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
sexo
personalidade
fantasias
apimentar a relação

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ