Amor e Sexo

15/07/2015 10:27 - Atualizado em 23/11/2016 01:10

Evite a briga de casal com 4 dicas de especialista

Brigas são comuns no dia a dia, mas algumas mudanças mantêm o relacionamento saudável.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Conviver com outra pessoa não é fácil. Cada um possui comportamentos, manias e defeitos diferentes. Por isso, a briga de casal é comum em qualquer relacionamento, sendo uma forma de resolver os impasses do dia a dia. No entanto, quando as discussões se tornam frequentes e intensas, é preciso ter cuidado para que não desgastem a relação.

Algumas mudanças simples nas atitudes podem ajudar a evitar as briguinhas desnecessárias e preservar o casamento ou o namoro. A comunicação é a base de tudo, mas é importante também saber como conversar com o parceiro.

briga de casal

Principais motivos da briga de casal

Os motivos mais comuns que desencadeiam a briga de casal são as pequenas atitudes do dia a dia. Conforme a terapeuta de casais Marli Kath Sattler, a pessoa já está magoada por acontecimentos anteriores e expressa isso em briguinhas.

“O casal vai se descompassando e um acaba brigando para o outro perceber que algo está ruim. Usam a briga para tentar se aproximar, mas isso tem o efeito contrário e acabam se distanciando”.

A terapeuta também aponta que a principal causa dos desentendimentos é a má interpretação. Um dos parceiros interpreta de forma errada a atitude do outro e se incomoda com o que aquilo parece ser, mas nem sempre é. A briga de casal surge então como uma forma de mostrar o incômodo que o comportamento do outro causou.

Outros motivos são problemas financeiros, sexualidade, ciúmes e tarefas da casa. Marli explica que comportamentos comuns e pequenos se tornam grandes por causa da relação de distanciamento. Com isso, o casal não consegue mais brigar de forma produtiva, resolvendo o problema, mas apenas como uma expressão da mágoa.

Apesar de ser algo comum, a briga de casal deixa de ser considerada normal quando se torna frequente e muito longa.

Cada relacionamento é diferente, sendo que alguns casais brigam e minutos depois se reconciliam, enquanto outros ficam sem se falar durante horas ou até dias. Segundo Marli, tudo depende da intensidade e da duração das discussões, sendo a falta de respeito um sinal de alerta.

azoospermia

Dicas para evitar as brigas de casal

1. Cuidado com as interpretações

Uma boa dica é não levar tão a sério as interpretações sobre o comportamento do outro, pois, quando erradas, geram mágoas e fazem o parceiro se sentir injustiçado“É preciso aprender a perguntar por que o companheiro agiu de tal forma ou falou tal coisa, sem julgamentos. Interpretações são projeções próprias e nem sempre estão certas”, explica Marli.

2. Tenha discussões produtivas

Para evitar brigas mais sérias e frequentes, procure sempre focar apenas num assunto único tópico, na hora de conversar. Muitas vezes, os casais acumulam vários incômodos e, no final, não sabem mais sobre o que estão brigando. Não misture os assuntos e tente resolver um problema de cada vez.

3. Mantenha o respeito

Outra dica para não deixar a briga de casal desgastar o relacionamento é cuidar as palavras usadas na hora das discussões. Lembre-se que, mesmo faladas com a cabeça quente, as expressões são interpretadas e magoam. Ainda, mantenha o tom de voz normal, pois muitos pensam que, se falar mais forte, serão escutados melhor. Na verdade, é o contrário.

4. Pense como um casal

Segundo Marli, “a pessoa precisa se enxergar no processo e não pensar que o outro é quem provoca tudo, pois ela também participa da briga e o seu comportamento próprio influencia o do outro”. Por isso, coloque-se no lugar do parceiro e pensem, juntos, em como resolver os desafios do dia a dia.

Você acha que briga de casal é comum? Deixe sua opinião nos comentários! E continue de olho no Vivo Mais Saudável para conferir outras dicas de bem-estar.

TAGS
conflito
vida a dois
desentendimento
ciúme

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ