Amor e Sexo

14/02/2016 10:00 - Atualizado em 06/12/2016 01:25

Dia de São Valentim celebra o amor

Em diversos países, 14 de fevereiro vai muito além de um Dia dos Namorados.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Hoje é o Dia de São Valentim, ou Valentine’s Day, como é conhecido mundo afora. A data também é associada ao Dia dos Namorados em diversos países. Saiba como começou essa história e conheça um pouco mais sobre a comemoração.

14/2: Dia de São Valentim

O Dia de São Valentim, comemorado sempre em 14 de fevereiro, é uma ocasião para celebrar o amor. Não se trata apenas de um Dia dos Namorados, como acontece no Brasil em 12 de junho. São trocados presentes e mensagens entre casais, mas também entre amigos.

Apesar de movimentar o comércio, a tradição tem uma raiz romântica, que estaria ligada a rituais pagãos da Roma antiga. Ela marca o aniversário da morte de São Valentim, que teria sido um mártir cristão do século 3.

casal no dia de são valentim

Na época, o então imperador romano havia proibido casamentos, pois acreditava que homens solteiros, sem família, seriam melhores soldados. Valentim teria sido um opositor dessa política, abençoando matrimônios clandestinamente. Pela desobediência, Valentim acabou preso e decapitado em 14 de fevereiro de 270.

Além de dar sua própria benção aos apaixonados, o religioso acabou se apaixonando ele mesmo pela filha do carcereiro, com quem manteve um romance secreto. Antes de morrer, escreveu para ela uma mensagem, na qual assinou “de seu Valentim”, dando origem aos cartões de hoje.

Embora tenha sido considerado símbolo dos enamorados pela própria Igreja Católica, ela teria deixado de celebrar o Dia de São Valentim por considerar que a origem, ou até mesmo a existência do religioso, não seriam confirmadas. Porém, de lá para cá, diferentes formas de marcar a data foram registradas na História.

Celebrações pelo mundo

Durante o período medieval, as comemorações pelo Dia de São Valentim eram mais ligadas a rituais de fertilidade e renovação, nos quais até a conduta moral da Igreja era deixada de lado. Depois de algum tempo, essa prática começou a ser mal vista e combatida, por desafiar o dever de fidelidade.

Então, com o tempo, foram abandonadas as raízes libertinas, sendo essas substituídas por demonstrações de amor e afeto entre casais.

Em alguns países, como nos Estados Unidos, atualmente o amor do Valentine’s Day vai além dos enamorados. Vale enviar cartões para pais, filhos, professores ou amigos, com presentes como balas e chocolates.

Por aqui, houve tentativas de utilizar a data com certo apelo comercial. Não deu certo. Em primeiro lugar, São Valentim não era popular na cultura brasileira; em segundo, o mês de junho precisava ser impulsionado. Foi assim que o Dia dos Namorados foi definido como a véspera do dia do santo casamenteiro, Santo Antônio, passando a ser comemorado em 12 de junho.

Ainda assim, os brasileiros estão de olho na data internacional. “Após o Natal, o comércio carece de datas. O Dia do Amor conta com coleções exclusivas que vão além das flores, com chocolates e joias para o público apaixonado”, aponta Juliano Souza, diretor de marketing da floricultura Giuliana Flores. A empresa espera aumentar em 15% o volume de pedidos em relação ao ano passado.

Você pretende comemorar o Dia de São Valentim? Conte para nós! E aproveite para conferir outras dicas de bem-estar aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
Valentines Day
data comemorativa
dia dos namorados
Dia da Amizade

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ