Amor e Sexo

22/02/2015 09:33 - Atualizado em 03/12/2016 10:53

Conheça as diferentes formas de ejaculação feminina

Pesquisadores franceses analisaram sete mulheres para entender como se dá a ejaculação feminina.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Pesquisadores franceses trouxeram à luz mais um aspecto do prazer ao investigarem a ejaculação feminina. O estudo foi realizado com mulheres que relataram liberar uma grande quantidade de fluido durante o orgasmo.

Estudiosos do hospital Parly II, localizado em Le Chesnay, analisaram sete mulheres que liberavam fluído durante o orgasmo em quantidade e composição semelhante a um copo de água.

ejaculacao feminina

Entenda o estudo sobre a ejaculação feminina

A pesquisa compreendia três etapas. A primeira consistia em coletar uma amostra de urina. Em seguida, por meio de uma ultrassonografia havia a confirmação de que a bexiga dessas mulheres estava vazia. A partir dessa constatação, as pesquisadas se masturbavam.

Na segunda etapa, era realizada uma nova ultrassonografia pélvica um pouco antes ao clímax. Por fim, era realizada a coleta do líquido liberado durante a ejaculação feminina, junto com mais um exame de imagem.

Se na primeira ultrassonografia as bexigas estavam vazias, à medida que o prazer ia se intensificando elas ficaram completamente cheias. Já no terceiro exame, feito logo após a coleta do líquido, as bexigas estavam vazias, o que mostra que o fluído coletado tinha origem nessa parte do corpo.

Ejaculação feminina: Os resultados da pesquisa

Com a amostra de urina recolhida antes do experimento foi possível verificar que, em duas mulheres, a composição química era semelhante à do fluído. Já entre as outras cinco, houve alteração na comparação das análises. Algumas, durante o orgasmo, liberaram um líquido branco e leitoso vindo da glândula de Skene, o que foi tratado como ejaculação feminina.

Essa glândula tem a função de fazer a drenagem na uretra. Os pesquisadores acreditam que, sem considerar o tamanho e a forma, é equivalente à próstata, encontrada unicamente nos homens. No fluído dessas cinco mulheres havia uma pequena quantidade de antígenos específicos da próstata (PSA).

A neurofisiologista Beverly Whipple, da Rutgers University (Nova Jersey, Estados Unidos), explica que apenas a produção do líquido leitoso durante o orgasmo pode ser chamada de ejaculação feminina. O fluído liberado em grande quantidade pelas duas mulheres, não.

De acordo com Whipple, há dois tipos de líquidos que podem sair da uretra feminina. O primeiro é a urina pura e o segundo é a urina diluída em fluídos da próstata feminina.

Já Barry Komisaruk, da mesma universidade, diz que o líquido liberado em grande quantidade tem composição semelhante à urina. Alguns contêm uma pequena quantidade de PSA, o que faz com que esse tipo de orgasmo possa ser considerado verdadeiramente uma ejaculação feminina.

Ainda assim, os cientistas não sabem ao certo por que existem esses tipos diferentes de ejaculação das mulheres.

Para você, qual o segredo para chegar ao orgasmo? Conte para nós! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
sexo
mulher
orgasmo
ejaculação

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ