Amor e Sexo

19/12/2014 02:17 - Atualizado em 01/12/2016 04:56

Conheça 4 mitos que cercam a libido feminina

Com o desejo sexual reprimido durante muitas décadas, a libido feminina ainda é motivo de dúvidas.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Dos mitos e verdades que cercam o universo do prazer e da sedução, os que envolvem a libido feminina ganham um destaque importante. Reprimido de forma intensa ao longo dos anos, o prazer das mulheres ainda é uma incógnita para muitas delas. Não é raro encontrar uma mulher que não saiba do que gosta na hora do sexo e que acreditam em boa parte do que ouvem falar sobre a hora H.

Veja mitos sobre a libido feminina

A libido é a busca natural e primitiva do corpo humano pelo prazer. É o desejo que se revela entre os parceiros. As vontades femininas foram subjugadas durante séculos e, nessa onda de repressão e esquecimento, a libido feminina também ficou de lado.

Ela foi vista como algo indesejado, já que o sexo deveria ser para o prazer do homem. E em pleno século 21, ainda há quem enfrente problemas com ela.

libido feminina

Para frear o desejo da mulher, foram criadas diversas teorias e ideias a respeito da libido feminina, propagadas como verdade até hoje. Mas muitas delas não possuem relação nenhuma com a realidade. Veja algumas delas:

1. Masturbação atrapalha o prazer

Há quem diga que utilizar os dedos, vibradores ou outros objetos para sentir prazer acaba afetando na relação sexual com o parceiro. Esse é um grande mito. Na verdade, a masturbação apenas ensina à mulher as coisas das quais ela gosta, os lugares que dão mais prazer e qual o tipo de carícia que mais agrada. Ela faz a mulher conhecer mais o próprio corpo. O que só ajuda na relação com o parceiro.

2. Mulher gosta menos de sexo

A ideia de que a mulher gosta menos de sexo do que o homem foi criada como forma de justificar muitas das traições masculinas. O fato de eles sentirem mais necessidades sexuais era uma desculpa para a procura por outras mulheres. Mas isso não é verdade. Os homens se sentem atraídos com mais facilidade, mas as mulheres podem gostar tanto ou mais de sexo do que eles.

3. 30 anos é o ápice do desejo

Essa afirmação varia entre o mito e a verdade. Não é uma obrigação que a libido feminina aumente nessa idade. Se não acontecer com você, não pense que algo está errado. O que acontece é que, aos 30 anos, as mulheres já são mais experientes, mais maduras, mais livres com relação aos próprios desejos e se preocupam menos com o que o outro vai pensar. São mais confiantes e se arriscam mais.

4. Problema com a libido

Há quem diga que todas as mulheres possuem algum problema com a libido. O que não é verdade. O fato é que o desejo das mulheres se ativa de forma diferente do desejo dos homens. Para eles, os atributos físicos são os fatores mais importantes da lista. Já para as mulheres, os requisitos são mais exigentes. A forma como agem com relação a elas e aos demais é mais importante do que a beleza.

As verdades da libido feminina

Mas nem tudo o que se ouve por aí é mito. Há coisas sobre a libido feminina que realmente são verdadeiras e que é importante que você saiba. O orgasmo vaginal, por exemplo, é uma das maiores dificuldades para as mulheres no sexo. O ponto que deve ser estimulado fica na parte anterior da vagina e a maior parte dos homens não sabe tocá-lo da maneira correta.

Em outro ponto, as mulheres têm vantagem sobre os homens quando o assunto é orgasmo. Isso porque elas têm mais facilidade de sentir orgasmos múltiplos e consecutivos. No caso dos homens, é preciso um tempo de descanso entre um orgasmo e outro, já que depois do limite do prazer, a ereção desaparece. É preciso de um tempo para que o pênis fique ereto novamente.

Que tal aproveitar as dicas para ter mais prazer no sexo? Então deixe um comentário! E não esqueça de curtir nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
desejo sexual
vida sexual
sexo
mulher

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ