Amor e Sexo

04/11/2014 03:32 - Atualizado em 02/12/2016 12:06

Confira 6 passos para você ter um casamento feliz

A confiança é a base de sustentação de um casamento feliz.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Há quem pense que o “felizes para sempre” se resume apenas aos contos de fadas. Há quem acredite que ele até pode existir na vida real, mas que depende de muito esforço. E eles estão errados. Um casamento feliz e saudável pode ser conquista de forma muito mais fácil do que você imagina. Nos pequenos gestos do cotidiano se constrói um relacionamento sólido.

Confiança é a base do casamento feliz

Antes de sequer pensar em soluções ou fórmulas para conquistar ou manter o seu casamento feliz, é preciso pensar nos alicerces do seu relacionamento. Não se pode dividir a vida com alguém sem confiar nela e capacidade de dar a você o que deseja e precisa. Confiar é querer por perto, mas saber dar liberdade. Confiar é arriscar mudanças por saber que não importa o que aconteça, ele estará lá.

Não há chances de um casamento ou qualquer outro relacionamento dar a felicidade plena aos componentes se não houver confiança. Leve isso como um mantra para a relação: confiar é a base de tudo. Convicta de que vocês confiam um no outro, é hora de seguir as dicas de como fazer da felicidade algo constante em seu casamento.

casamento-feliz

Dicas para um casamento feliz

1 - Cuide de si mesma

Prezar pela vaidade e pelo cuidado com a própria aparência é muito importante para ter um casamento feliz. Muitas mulheres dedicam-se à beleza no início da relação e depois esquecem de cuidar dos cabelos, das roupas, da pele. Manter-se sempre bela é uma forma de mostrar ao marido que você ainda dá a mesma importância para a visão que ele tem de você. Além de aumentar a autoconfiança.

2 - Vocês não são um só

Mesmo que a união de vocês seja muito forte, não dá pra esquecer que cada um possui uma vida particular. Não deixe de sair com as amigas para um happy hour ou para ir às compras, mas também não impeça que ele tenha momentos com os amigos e a família. O espaço no relacionamento é imprescindível para que vocês mantenham as origens e a individualidade dentro do casamento.

3 - Sexo não é tudo

Pode ser que no início do namoro o sexo representasse a solução dos conflitos, mas com o passar dos anos e o amadurecimento da relação as coisas não podem mais funcionar assim. Vocês precisam ter momentos de diálogo para resolver os problemas, até mesmo os de ordem sexual. Assim como devem respeitar os dias em que o desejo do outro não está em alta. A sinceridade e a empatia precisam prevalecer.

4 - A diversão em casa

Todas as relações passam por altos e baixos, mas para a sobrevivência de um casamento feliz é preciso que vocês criem momentos de lazer juntos que se sobreponham a qualquer dificuldade. Gostam de filmes? Escolham uma noite da semana para uma sessão de cinema a dois. Apaixonados por esporte? Separem um tempo na rotina para praticar juntos alguma atividade que lhes dê prazer.

5 - Códigos secretos

Não há nada que possa caracterizar mais um casal unido do que as tradições que eles criam. Alguma palavra que tenha um significado especial para os dois ou um costume, como um boa noite especial ou nunca saírem de casa sem declarar seu amor um ao outro. Esses pequenos detalhes fazem a relação ganhar alicerces mais fortes e dá mais confiança ao casal.

6- Entenda os motivos do parceiro

Todos temos dias ruins, períodos de cansaço ou estresse e você precisa aprender a conviver com isso. Ele tem que aceitar a sua TPM, da mesma forma que você precisa buscar compreender quando não está a fim de ir jantar fora, por exemplo. E o mais importante: não crie ideias mirabolantes de motivos para o distanciamento dele. O diálogo é o melhor amigo do casamento feliz. Pergunte. Converse.

Gosta das nossas dicas bem-estar e relacionamento? Então deixe um comentário! E não esqueça de acompanhar nossa página no Facebook para receber todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
relacionamento
casamento
amor
bem-estar

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ