Amor e Sexo

08/04/2015 09:55 - Atualizado em 07/12/2016 10:20

Carência tem solução? Confira 7 dicas para driblar o problema

A carência excessiva pode ser sinal de falta de amor próprio e, em casos graves, demanda terapia.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Você é carente? Se você fica nervoso quando o seu amigo para de responder no aplicativo de conversas, ou fica triste quando está sozinho em casa, provavelmente sim. A pessoa com problemas de carência, apesar de ser cercada por amigos e família, nem sempre está satisfeita com essa realidade.

O que é a carência?

A carência é a necessidade de contato com indivíduos considerados importantes na rotina. Geralmente é identificada em pessoas com baixa autoestima e, em casos mais graves, deve ser tratada com sessões de terapia. Saiba se você está nesse grupo e confira dicas para acabar com o problema.

carencia

7 dicas para acabar com a carência

1. Você é completo

Isso mesmo! Você não precisa de um amor para ser feliz. Antes de se dar bem com os outros, você precisa enxergar a importância da sua própria companhia. Comece a reservar momentos solitários semanais, em que você se desligue das redes sociais e foque nas atividades que mais gosta de realizar sozinho.

2. A solidão é sua amiga

Quem disse que os momentos de solidão são para músicas tristes e melancolia? Para aproveitar o tempo sozinho, você pode pôr a leitura em dia ou praticar sessões rápidas de meditação. Atividades como organizar o quarto e limpar a casa também são importantes, pois põem ordem na bagunça e, por consequência, na sua vida.

3. Pratique atividades físicas

Com a liberação de endorfina, o “hormônio do prazer”, as atividades físicas ajudam a manter o corpo e a mente sempre em dia. Para esquecer os momentos de carência, a dica é começar a caminhar sozinho, focando em pensamentos bons e tranquilos.

4. Encontre os amigos

Essa também vale para quem já tem um amor. Se você não desgruda do namorado ou da namorada, repense suas atitudes. Momentos divertidos com os amigos servem para "reciclar" a relação e mantêm os laços com outras pessoas que também importam.

5. Adote um bichinho

Ele diminui a sua solidão e controla a carência. Porém, é importante lembrar que o animalzinho é um ser vivo e precisa de cuidados específicos, como a aplicação de vacinas, alimentação correta, passeios e contato humano. Jamais adote um pet para deixá-lo trancado em casa. Também não vale tratá-lo como uma criança, pois o animal tem necessidades diferentes.

6. Não seja “o coitadinho”

Você está sempre reclamando da vida? Pois saiba que essas atitudes negativas não são vistas com bons olhos por aí. Jamais fique horas e mais horas comentando sobre as dificuldades. A carência faz com que você enxergue mais os seus problemas que os dos outros. Não use seus amigos como "bengala" para se apoiar e descarregar apenas sentimentos ruins.

7. Converse com um profissional

Um psicólogo permite que você enxergue melhor suas dificuldades e tenha mais autoconhecimento. A partir de conversas longas e detalhadas, ele poderá identificar a sua personalidade, verificando quais são os pontos importantes que devem ser melhorados com a terapia. Não tenha medo de abrir sua vida para um desconhecido. Ele é um profissional capacitado para isso.

Tem mais alguma dica para driblar a carência? Conte para nós! E não esqueça que você sempre pode conferir novidades de bem-estar aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
solidão
amor próprio
relacionamentos
terapia

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ