Amor e Sexo

29/09/2014 10:23 - Atualizado em 10/01/2017 06:18

Camisinha origami inova em praticidade e mantém a proteção

Empresa norte-americana desenvolveu a camisinha origami para trazer mais conforto ao ato sexual.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A clássica camisinha de látex, criada há quase um século, a cada dia ganha novas embalagens, texturas e até sabores. Essas novidades são implantadas na tentativa de aumentar o uso do preservativo que, muitas vezes, é dispensando na hora do sexo por ser desconfortável e pouco prazeroso. Foi pensando nisso que a companhia americana Origami Condoms resolveu redesenhar o produto, criando a camisinha origami.

Conheça a camisinha origami

Inspirada na arte japonesa da dobradura de papel, a camisinha origami possui dobras, reproduzindo um efeito sanfona, o que agiliza na hora da colocação e deixa o pênis melhor aconchegado. Com o objetivo de lembrar a pele humana, ela é feita de silicone, evitando também algumas alergias causadas pelo latéx.

camisinha-origami

Outra característica é o lubrificante aplicado na parte interna da camisinha. Essa estratégia foi pensada para que um movimento mais natural fosse alcançado durante o ato sexual, dando a impressão de que nenhuma proteção esteja sendo usada. O uso externo de vaselina ou qualquer outro óleo também torna-se desnecessário devido a esse atributo.

A superfície mais maleável da camisinha origami também busca aumentar a segurança. Segundo seu fabricante, ela é menos sujeita a quebra e mais confiável na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e da gravidez indesejável. Com base nisso, órgãos da saúde dos Estados Unidos passaram a apostar em pesquisas sobre o projeto.

Outras opções

Além da proteção feita para o órgão masculino, um preservativo feminino interno e um específico para o sexo anal foram desenvolvidos. A matéria-prima e o formato são os mesmos, porém o uso é diferente.

Ambos devem ser inseridos pelo parceiro passivo - na vagina e ânus -, no ato sexual ou antes, como forma de prevenção. Nesses casos, o lubrificante interno também facilita a movimentação do pênis.

A origem da camisinha origami

Dany Resni é o idealizador da camisinha origami, além de fundador da empresa e cabeça principal das pesquisas. A ideia de criar uma forma de proteção que tivesse maior qualidade e fosse mais atraente aos usuários surgiu em 1993, quando Dani foi infectado pelo vírus HIV, depois que sua camisinha se rompeu.

Após patentear a ideia, ele precisava de verba para dar andamento aos estudos necessários. O apoio inicial veio do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas e do Instituto de Saúde Infantil e Desenvolvimento Humano Eunice Kennedy Shriver. Hoje, a companhia já recebeu mais de 3 milhões de dólares para pesquisa e desenvolvimento.

Sua iniciativa ganhou visibilidade através do Grande Desafio em Saúde Global, promovido pela Fundação Bill & Melinda Gates, criada por Bill Gates, milionário fundador e ex-presidente da Microsoft. Em seu blog, a fundação publicou que a Origami Condoms era a nova empresa de camisinhas líder de inovação na área de saúde sexual. A instituição ainda colaborou com 100 mil dólares.

Preço mais elevado

Embora em fase de teste, os fabricantes já prevêm que a camisinha origami terá um preço mais elevado do que o preservativo tradicional. A embalagem também foi modernizada. Enquanto que o produto clássico pode ser guardado discretamente na carteira, o novo será envolvido em um pacotes do tamanho de uma bola de golfe.

A novidade é esperada para chegar ao mercado no final de 2015, enquanto se aguarda revisões e aprovações regulatórias. Pedidos já podem ser feitos pelo site. Os interessados devem fazer o cadastro em www.origamicondoms.com - assim que disponível à venda, amostras grátis serão encaminhadas.

Curioso para experimentar? Não esqueça de deixar um comentário e curta nossa página no Facebook para ficar ligado em todas as novidades do Vivo Mais Saudável.

TAGS
camisinha
saúde sexual
sexo
dst

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ