Amor e Sexo

29/04/2015 07:21 - Atualizado em 01/01/2017 03:47

Amor verdadeiro existe: Veja 4 dicas para a vida a dois

As sensações características da paixão são causadas por reações hormonais.

POR

Redação

  • +A
  • -A

Se você ainda diz "eu te amo com todo o meu coração", é melhor parar. O mais correto seria dizer "eu te amo com todo o meu cérebro". Pois é, a "máquina" localizada em nossa cabeça é a responsável pela liberação de todos os hormônios causadores das sensações de bem-estar típicas do amor verdadeiro.

Como surge o amor verdadeiro?

Assegurando a perpetuação da espécie, homens e mulheres procuram parceiros para passar a vida. Quando o par é formado, o cérebro, ao identificar a oportunidade, libera substâncias como a dopamina e a norepinefrina. São elas que causam aquela sensação de “borboletas no estômago”, ou melhor, aquela "paixonite".

amor verdadeiro

Se o casal perdurar e passar pelas fases iniciais do romance, a oxitocina é liberada, garantindo a criação de vínculos amorosos. A oxitocina, assim como a vasopressina, é um hormônio que permite que, após o longo período de procura, a ligação seja fortalecida.

O amor é cego?

A frase, famosa por resumir os erros nas escolhas amorosas, faz sentido. Segundo cientistas, quando a paixão existe e tomou conta do indivíduo, o córtex pré-frontal aparenta estar desligado, já que o circuito de recompensa (área estimulada durante a paixão) está a todo vapor. Assim, a nossa capacidade crítica é diminuída.

Dicas para fazer o amor durar

1. O diálogo é importante

Há quem diga ser o principal da relação. Para manter um relacionamento saudável e respeitoso, converse todos os dias sobre assuntos variados. Vale falar sobre alguma situação no trabalho ou comentar sobre uma notícia que você leu na internet. A comunicação mantém o casal conectado e cada vez mais unido.

2. Respeite a família

Nem toda sogra é “cobra”. O ditado popular, que caracteriza a mãe do seu parceiro como um indivíduo nada confiável, é mito e deve ser esquecido. Para acabar com as desconfianças e conquistar a família do seu amor verdadeiro, comunique-se abertamente e demonstre ter personalidade.

3. Seja amigo dos amigos

Você também tem amigos. Lembre-se disso! As relações saudáveis não contam com cobranças e proibições. O amor verdadeiro, em sua essência, cria vínculos e afirma a sensação de felicidade. Então, pelo menos uma vez por mês, saia com os seus amigos. Ao acompanhar o seu amor, seja simpático e receptivo - os elogios estarão garantidos!

4. Crie novos hábitos

Nada pior que a rotina. Fugir dela e assegurar um relacionamento divertido é tarefa difícil para a maioria dos casais. Se você está nesse grupo, comece a procurar novas atividades, como passeios diferentes e até mesmo, quem sabe, viagens mais longas. Assim, a paixão estará renovada e o casal terá bagagem cultural ainda maior.

Você já encontrou seu amor verdadeiro? Declare nos comentários! E não esqueça que você sempre encontra novidades de amor e sexo aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
paixão
romance
cérebro
hormônios

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ