Amor e Sexo

25/07/2015 03:45 - Atualizado em 10/11/2016 10:38

Ainda há amor? Veja como reconquistar o ex

Psicóloga explica por que algumas pessoas tentam retomar relacionamentos antigos e dá dicas de como agir.

POR

Redação

  • +A
  • -A

A relação chegou ao fim, cada um seguiu seu caminho… Mas algo ainda está ali. Nem sempre o fim de um relacionamento é definitivo e aí vem a pergunta: como reconquistar o ex? O que deve ser levado em conta? É um sentimento concreto ou apenas uma sensação de nostalgia?

A psicóloga Bruna Germano Cirelli, especialista clínica e terapeuta de famílias e casais, explica que o fim dos relacionamentos leva em consideração uma série de fatores. "Por exemplo, decisões podem revelar inseguranças e ambivalências, fazendo com que um queira e o outro, não", explica a profissional.

Segundo ela, o rompimento surge como um afastamento concreto, possibilitando a experimentação de viver a mudança ou de chegar a conclusões e "balanços" feitos individualmente. "Algumas vezes, isso permite perceber o ex com outros olhos, em que se valoriza aquilo de bom que viveram, o sentimento construído", adiciona a psicóloga.

como reconquistar o ex

Como reconquistar o ex: A hora da decisão

Ao fim de uma relação, é normal que o indivíduo tenha momentos de carência e solidão. Nesses momentos, é comum que uma das partes tente contato, mesmo sem ter grandes expectativas de retomar a relação, mas sim de ter a companhia de alguém naquele momento específico.

Já em outros casos, a pessoa encara o término como um erro e tenta repará-lo. Mas existe um modo correto de agir para reconquistar o ex? Para a psicóloga Bruna Germano Cirelli, é preciso levar em consideração como foi a história do rompimento e do reinvestimento.

"Entender os indivíduos envolvidos e como é a relação de cada um com o outro é fundamental, quando a decisão é reconquistar o ex. É preciso ser levado em conta se o desejo é comum ou de uma só das partes, se algum dos dois já está em outro relacionamento, o que os une e o que os afasta", completa.

Segundo a psicóloga, vivemos tempos de relações líquidas, fluidas. Devemos entender que as dinâmicas das relações sempre contemplam pequenos conflitos e que cada casal estabelece, quase sem perceber, contratos silenciosos e até inconscientes para seu bem-estar.

"O ponto positivo de reinvestir em uma relação antiga é justamente entender que existe algo maior que une, que pode motivar o casal a clarear os conflitos vivenciados, refazer planos e contratos que os auxiliem a manter a qualidade relacional e a desenvolver estratégias para enfrentar os momentos difíceis", comenta Bruna.

Por vezes, os vícios relacionais e os processos individuais não permitem o sucesso desse reinvestimento. Quando o casal não sabe como fazer, ou quando pensa que já "tentou de tudo", é interessante buscar auxílio profissional.

Atitudes importantes na hora de reconquista

A terapeuta de casais comenta que as ações que colaboram na reconquista são as mesmas que beneficiam qualquer relação: uma comunicação clara e objetiva sobre o que se sente, o respeito ao indivíduo e atitudes que revelem a reflexão sobre aqueles comportamentos que ocasionaram o rompimento.

Na hora de ponderar sobre como reconquistar o ex, é fundamental você repensar tudo, desde o que sentia durante o período em que estavam juntos até como se sente no momento atual. Além disso, não se rebaixe ou implore para retomar a relação. Um relacionamento só dá certo quando ambas as partes estão interessadas.

Se o ex já seguiu em frente e está vivendo outro momento, não se desespere. Dê tempo para o seu coração se recuperar e permita-se viver novas experiências.

Você já precisou reconquistar um ex? O que você fez para retomar a relação? Compartilhe sua história conosco! E aproveite para conferir mais dicas de amor e sexo aqui no Vivo Mais Saudável.

TAGS
relacionamento
fim de namoro
vida a dois
conflito de casais

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SERVIÇOS PARA VOCÊ